SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | TERÇA-FEIRA, 18 DE JANEIRO DE 2022
MUDANÇA

Novo comandante da Polícia Civil na região de Rio Preto virá de Barretos

Diário apurou que o delegado Luiz Ramos Cavalcanti será mesmo o substituto de João Pedro Arruda; outros 4 departamentos da Polícia Civil do Estado sofrerão mudanças

Maria Elena Covre
Publicado em 14/01/2022 às 17:34Atualizado em 14/01/2022 às 17:45
Delegado José Luiz Ramos Cavalcanti assumirá o Deinter-5, em Rio Preto (Divulgação)

Delegado José Luiz Ramos Cavalcanti assumirá o Deinter-5, em Rio Preto (Divulgação)

É ele 1

Salvo reviravolta de última hora, o delegado José Luiz Ramos Cavalcanti será mesmo, conforme adiantou a Coluna do Diário na edição desta sexta-feira, 14, o novo comandante do Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior (Deinter-5), departamento da Polícia Civil que tem sob sua tutela 96 cidades e indica os titulares de seis Seccionais (Rio Preto, Catanduva, Novo Horizonte, Votuporanga, Fernandópolis e Jales).

É ele 2

Cavalcanti respondia desde janeiro de 2019 pela Delegacia Seccional de Barretos, com 11 cidades sob seu comando. Assim como o atual diretor do Deinter-5 de Rio Preto, João Pedro Arruda, ele está longe de ser “sangue novo” na corporação. O novo coordenador do Deinter-5 faz parte dos quadros da Polícia Civil há 39 anos, tendo exercido as funções de escrivão e investigador antes de se tornar delegado, o que ocorreu em 1986.

É ele 3

O currículo de Cavalcanti inclui ainda atuação no Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), no Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), na Corregedoria da Polícia Civil e no Departamento de Polícia Judiciária da Macro São Paulo (Demacro), além da Academia de Polícia Civil.

Por atacado

A publicação em Diário Oficial do Estado com a mudança estava prevista para este sábado, 15, mas deverá ocorrer na terça-feira, 18. Isso porque virá no pacote de outras quatro diretorias cujos comandos sofrerão alterações: o Deinter-1, de São José dos Campos; o Deic, o Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap) e o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Bomba

Em Rio Preto, caiu como uma bomba nesta quinta-feira, 13, a notícia da exoneração de João Pedro Arruda, que foi pego de surpresa ao receber, no dia anterior, uma ligação do delegado geral da Polícia Civil de São Paulo dizendo que ele estava fora. Há 11 anos no posto, ele teria ficado “muito chateado”, segundo apurou a Coluna. A informação é de que ele fica como assistente no mesmo departamento até que saia sua aposentadoria.

Agitação

Dentro instituição, a agitação é grande, uma vez que cabe ao titular do Deinter indicar outros cargos de confiança. As mudanças em esfera estadual também criam especulações sobre alterações no Deic local. Nada, porém, confirmado ainda.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por