SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SÁBADO, 22 DE JANEIRO DE 2022
EXPANSÃO

Amigão assume funcionamento das três lojas do Kawakami, em Rio Preto; empresa oferece vagas

Neste sábado, 4, as três unidades que pertenciam à empresa de Marília já estão abertas e funcionando com o sistema Amigão; identidade visual ainda não foi substituída

Felipe Nunes
Publicado em 04/12/2021 às 09:41Atualizado em 04/12/2021 às 16:23
Em projeto de expansão, rede Amigão opera com quatro lojas em Rio Preto

Em projeto de expansão, rede Amigão opera com quatro lojas em Rio Preto

A rede de supermercados Amigão assumiu por completo neste sábado, 4, a operação das suas três novas lojas em Rio Preto. Agora, a marca conta com quatro unidades em funcionamento na cidade. As três novas lojas pertenciam ao Kawakami, que após a negociação encerrou as operações na cidade.

Apesar de as unidades já estarem operando com o sistema Amigão, a identidade visual ainda não foi alterada. De acordo com a Companhia Sulamericana de Distribuição (CSD), dona da bandeira Amigão, essa mudança será realizada em um outro momento. 

Na quinta-feira, 2, a primeira loja a voltar a abrir foi a unidade localizada na avenida Danilo Galeazzi. O local precisou ficar fechado por um dia para a troca de sistema. Na sexta-feira, 3, a unidade da avenida Mirassolândia abriu as portas e, neste sábado, 4, foi a vez da loja na rua Espanha. 

Emprego

No início da semana, a rede de supemercados Amigão realizou um mutirão de emprego para preencher mais de 100 vagas. Entre as oportunidades, estão vagas para operador de empilhadeira, repositor de mercearia, açougueiro, auxiliar de padaria, entre outros. Segundo a companhia, ainda há oportunidades abertas para vários cargos. Os interessados devem enviar currículo para vagas.csdvarejo.com.br.

Venda

Na última terça-feira, 30, a rede supermercadista de Marília anúnciou o encerramento das operações em Rio Preto após vender as unidades que tinha em Rio Preto para a Companhia Sulamericana de Distribuição. Apesar de sair de Rio Preto, o Kawakami continua operando suas oito lojas distribuídas em diferentes regiões do estado de São Paulo.

Uma das condições para que o acordo fosse firmado, foi de que 100% da equipe que atuava nas três unidades tivessem o emprego mantido. Segundo o Kawakami, essa exigência foi aceita pela CSD. E coube aos funcionários, decidir se aceitava continuar ou não.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por