SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUARTA-FEIRA, 06 DE JULHO DE 2022
JUSTIÇA

Juiz manda internar adolescentes envolvidos em agressão contra homem em Jales

Briga teria sido motivada por uma postagem em rede social; homem de 51 anos foi agredido a pauladas

Núcleo Digital
Publicado em 17/05/2022 às 14:05Atualizado em 17/05/2022 às 15:39
Imagens gravadas por testemunhas mostram os adolescentes espancando o homem (Reprodução/Redes sociais)

Imagens gravadas por testemunhas mostram os adolescentes espancando o homem (Reprodução/Redes sociais)

O juiz Fábio Antonio Camargo Dantas, da 1º Vara Criminal de Jales, mandou internar, por tempo indeterminado, respeitando o prazo máximo de até três anos, conforme prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente, dois dos três adolescentes envolvidos no espancamento de um homem de 51 anos, no último dia 6 de abril, no Jardim América, em Jales. O terceiro garoto investigado foi absolvido por falta de provas. A decisão foi publicada no dia 9 de maio deste ano.

Autor da denúncia contra os dois adolescentes, o promotor de Justiça Cleiton Luís da Silva afirma que os menores receberam punição correspondente ao ato infracional de tentativa de homicídio contra o motorista, que seria pai de um aluno. "A punição que eles receberam pode determinar que eles fiquem internados na Fundação Casa por até três anos, conforme está previsto do Estatuto da Criança e do Adolescente, mas o tempo que eles ficarão vai depender da avaliação que eles passarem nos próximos meses", explica o promotor.

Na época do caso, o delegado de polícia de Jales, Carlos Monteleone, chegou a apreender um terceiro adolescente, também apontado como participante da agressão contra o motorista, mas, ao longo do processo, ficou estabelecido que apenas os dois menores condenados, praticaram, de fato, a violência contra a vítima.

Internação

Como o processo tramita em segredo, não foi divulgada em qual unidade da Fundação Casa os adolescentes ficarão internados. A recomendação, porém, é para que fiquem na unidade mais próxima, em Araçatuba, para receber visitas dos pais, como parte do processo de reeducação.

Além da internação compulsória, o juiz Fábio Dantas determinou ainda que os meninos sejam submetidos a um tratamento psicológico em instituição especializada. O crime foi inicialmente registrado como lesão corporal, mas eles foram condenados em ato infracional por tentativa de homicídio.

A agressão

Horas antes da agressão a pauladas nas proximidades de uma escola, o motorista e o filho estiveram na delegacia para registrar um boletim de ocorrência de ameaça, mas não chegaram a identificar os autores. A vítima contou que o adolescente recebeu mensagens de forma anônima.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram várias pessoas na frente de um bar, quando um homem sai de um veículo Ford Escort. O homem desce do carro com um pedaço de madeira na mão, mas um adolescente aparece e, enquanto o homem discute com uma mulher, o menor tira o objeto das mãos dele. Na sequência, um grupo de menores de idade derruba e agride o homem com diversos socos e chutes. A briga teria sido marcada em um grupo de WhatsApp.

Em outro momento da confusão, o homem está em pé ao lado do carro quando dois adolescentes aparecem atacando a vítima com pauladas na cabeça. O homem perde a consciência e cai. Mesmo assim, os agressores continuam batendo nas costas dele. De acordo com boletim de ocorrência, um dos menores de idade alegou ter sido, também, agredido pela vítima.

Na ocasião, o homem agredido teve de ser internado, com suspeita de traumatismo craniano, no Hospital de Base de Rio Preto.

(Colaboraram: Guilherme Ramos e Marco Antônio dos Santos)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por