SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SÁBADO, 21 DE MAIO DE 2022
igreja católica

Novo bispo de Rio Preto já tinha sido escolhido em dezembro, diz Dom Moacir

Escolha de Dom Antônio Emídio Vilar foi mantida em segredo até a nomeação pelo Papa Francisco, nesta quarta-feira, 19

Marco Antonio dos Santos
Publicado em 19/01/2022 às 12:05Atualizado em 19/01/2022 às 12:22
Dom Moacir, administrador apostólico da Diocese de Rio Preto, durante coletiva de imprensa (Marco Antonio dos Santos 19/1/2022)

Dom Moacir, administrador apostólico da Diocese de Rio Preto, durante coletiva de imprensa (Marco Antonio dos Santos 19/1/2022)

O arcebispo Dom Moacir Silva, administrador apostólico da Diocese de Rio Preto, revelou que, desde dezembro de 2021, o Vaticano já tinha escolhido Dom Antônio Emídio Vilar como novo bispo da cidade. O anúncio oficial aconteceu na manhã desta quarta-feira, 19, após nomeação feita pelo Papa Francisco. Silva e Vilar já trabalharam juntos no Tribunal Eclesiástico de Aparecida.

Dom Moacir afirma que o nome de Dom Vilar foi escolhido a partir de uma lista tríplice, feita pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Os outros dois nomes não foram revelados. Logo em seguida, o religioso foi consultado para saber se aceitaria a nova função. Os bispos de Barretos, Catanduva, Jales e Votuporanga foram comunicados na terça-feira, 18, um dia antes da nomeação ser divulgada pelo Vaticano.

Vilar assume o lugar de Dom Tomé Ferreira da Silva, que renunciou ao comando da Diocese, em agosto de 2021, após o vazamento de um vídeo íntimo. Desde então, o arcebispo de Ribeirão Preto, Dom Moacir Silva, ocupava o cargo de administrador apostólico.

Dom Antônio Emídio Vilar, novo bispo da diocese de Rio Preto (Divulgação/CNBB)

Preparativos para a posse

Na próxima semana, uma comissão composta por quatro padres de Rio Preto vai visitar Dom Vilar em São João da Boa Vista para dar as boas vindas e iniciar preparativos para a posse dele em Rio Preto. A cerimônia está prevista para acontecer no dia 19 de março, na Catedral de São José, em Rio Preto.

A posse cai na data do aniversário da cidade, Dia de São José, padroeiro de Rio Preto. A Santa Sé determina que a posse ocorra 60 dias após a nomeação. "Aproveito para agradecer ao núncio apostólico que não mediu esforços para fazer avançar o processo da nomeação do novo bispo. Agradeço ao Santo Padre pela solicitude pastoral com a igreja de Rio Preto, num prazo de cinco meses", diz o arcebispo,

Para dom Moacir, o fato de o Vaticano ter escolhido um novo bispo em cinco meses, tempo considerado rápido dentro da Igreja Católica, levou em conta a sua necessidade de deixar a administração de Rio Preto para poder voltar a se dedicar à gestão da Arquidiocese de Ribeirão Preto.

Boas-vindas

Em nota, o prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB), e o prefeito em exercício, Orlando Bolçone (DEM), deram as boas-vindas ao novo bispo. "O município de São José do Rio Preto recebe com alegria e esperança a nomeação do novo Bispo da diocese, Dom Antônio Emídio Vilar, feita pelo Papa Francisco", diz o texto.

Eles afirmam que a cidade "o receberá de braços abertos e sincera disposição para um trabalho  conjunto em prol de seus moradores."

"O poder Executivo coloca-se à inteira disposição do novo Bispo da diocese e envia votos de pleno êxito e muitas bênçãos em sua jornada episcopal", finaliza a nota.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por