SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 07 DE AGOSTO DE 2022
História de vida

Paulo Zahr transformou clínica odontológica em franquia

Jéssica Reis
Publicado em 04/09/2021 às 09:42Atualizado em 04/09/2021 às 12:30

Paulo Zahr fundou a sua empresa, em 1992, em Rio Preto. Era um imóvel com apenas 5 consultórios. Mas o sonho era grande. O dentista e empreendedor, queria oferecer tratamentos odontológicos de qualidade acessíveis para todos, mas conseguir crédito na década de 1990 não era uma das tarefas mais fáceis. Os aparelhos ortodônticos, por exemplo, eram comercializados em dólar, o que os tornava uma verdadeira fortuna. “Para solucionar este problema criamos um modelo de negócios com a mesma proposta de grandes redes de varejo focadas nas classes B e C. Adotamos o uso de carnês de pagamento para permitir que as pessoas dividissem os valores dos procedimentos em prestações que caberiam no bolso”, conta o fundador da OdontoCompany.

Quase 30 anos depois, a empresa, que se tornou franquia, está entre as 50 maiores redes do Brasil. Em 2020, a franquia inaugurou em média 40 operações por mês e faturou mais de R$ 1 bilhão. Os investimentos em novas tecnologias são constantes, inclusive, criou uma plataforma de teleatendimento no início da pandemia para avaliação prévia dos pacientes.

O grupo OdontoCompany, hoje, é formado pelas franquias OdontoCompany e Oral Sin, que juntas possuem 1.800 unidades e o faturamento de 2020 foi de R$ 1,52 bilhão.

 O início de um sonho

“A nossa trajetória sempre foi de muitos desafios, mas já no segundo ano do negócio desenvolvemos processos que nos levaram a um crescimento exponencial. A cada dia a realidade foi nos mostrando que tínhamos uma grande oportunidade de multiplicar este conhecimento para mais empresários, que acreditassem em um negócio na área da saúde. Para tanto, decidi multiplicar por meio do franchising, que dá maior solidez ao modelo e aconteceu quando nos associamos a SMZTO Holding de Franquias”, conta Zahr.

Quando tudo começou o objetivo do empresário era trabalhar com sua profissão, mas desde a sua graduação tinha o plano de democratizar o atendimento odontológico, pois a odontologia tecnológica estava muito inacessível para a maioria da população. “Eu tinha convicção total que se eu conseguisse fazer com que estas pessoas tivessem acesso aos consultórios, teríamos ali um grande negócio. Foi com este propósito que me guiei e apresentei o negócio ao mercado.”

Quando questionado se imaginava que chegaria tão longe, Zahr diz que sim. “Em 2010, quando começamos a oferecer o nosso negócio para o franchising, já tínhamos 20 anos de mercado e a OdontoCompany já era uma empresa de sucesso, consagrada na região em que atuava. Sei disso, pois notava que vários dentistas se espelhavam no nosso modelo de negócio e, ao mesmo tempo, percebia que tentavam fazer algo muito parecido, mas como não conheciam os verdadeiros processos que estão por trás do negócio, não tinham o mesmo sucesso. Foi aí que de fato ficou muito real que tinha um excelente negócio nas mãos para multiplicar para mais investidores e o tempo provou que tinha razão, hoje somos a maior rede de clínicas odontológicas do mundo e estamos entre as 50 maiores franquias do país, segundo o ranking da Associação Brasileira de Franchising (ABF)”, afirma.

 Desafios na pandemia

Não é exagero dizer que todos os setores da economia foram afetados de alguma forma pela pandemia. Segundo Zahr, o maior desafio foi manter os mais de 20 mil colaboradores na linha de frente para atender a demanda de clientes que hoje realizam aproximadamente dois milhões de procedimentos por mês. “Para os nossos franqueados, iniciamos todos os treinamentos via EAD – antes da pandemia estávamos adaptados a fazer treinamentos físicos, mas as nossas diretorias de inaugurações e qualificação se uniram e criaram processos que hoje já são um sucesso - e, com isso, fomos a franqueadora, entre as associadas à ABF, que no ano de 2020 que mais inaugurou unidades.”

 Vida pessoal

Zahr longe dos negócios é uma pessoa muito família, segundo ele, que adora beber um bom vinho na companhia de sua esposa Cristiana, além de estar sempre junto dos filos: Bruno, Matheus e Michelle. “Sempre reservamos as datas especiais para viajar juntos. Nos momentos de lazer gosto muito de fazer caminhada e tenho feito algumas aulas de golfe”, revela.

Paulo Zahr começou seus negócios em Rio Preto na década de 1990 (Divulgação)

Paulo Zahr começou seus negócios em Rio Preto na década de 1990 (Divulgação)

Filhos de Paulo: Bruno, Michelle e Matheus Zahr (Divulgação)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por