SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEXTA-FEIRA, 19 DE AGOSTO DE 2022
Comportamento

Conexão dos quatro elementos pode tornar pessoas mais conscientes

Veja o significado de cada elemento como reflexo dos vários planos de existência do ser humano

Gisele Bortoleto
Publicado em 29/07/2018 às 00:00Atualizado em 08/07/2021 às 04:42

Quando falamos da natureza, inevitavelmente identificamos os quatro elementos como parte integrante da sua estrutura, não só do próprio planeta, mas também como reflexo dos vários planos de existência do ser humano. É mais ou menos assim que funciona: o elemento terra representa a estrutura do corpo físico e respectivas sensações; o elemento água está relacionado à bioquímica, às emoções e aos sentimentos; o fogo dirige-se à energia e à intuição, ao plano espiritual; o ar reporta-se à mente: pensamentos, entendimento e conhecimento.

"Durante milênios, fomos evoluindo à medida que soubemos interpretar os dons da natureza. A sua influência na vida humana contribuiu definitivamente para descobrirmos também a nossa vertente espiritual", diz o terapeuta holístico Rafael Leandro.

Diferentes culturas e tradições integram uma concepção semelhante dos elementos. Eles podem ser encontrados, por exemplo, nas escrituras sagradas da Índia e também na raiz filosófica da medicina ayurveda. Na China, entendiam a vida através da complementaridade das energias yin e yang, dividindo os elementos nesses dois grupos: o fogo e o ar são considerados ativos, estão relacionados com a energia yang; enquanto água e terra passivos, relacionados com a energia yin.

Da mesma forma são relacionados com a concepção grega das duas expressões de energia: Apolônia (fogo e ar, que ativam e conscientemente formam a vida) e Dionísia (água e terra, que representam as forças que manifestam-se de modo mais inconsciente e intuitivo).

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por