SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEGUNDA-FEIRA, 16 DE MAIO DE 2022
BICHOS

Os animais têm puerpério?

Pets fêmeas precisam de atenção e cuidado especial após o nascimento dos filhotes

Jéssica Reis
Publicado em 14/05/2022 às 05:15Atualizado em 14/05/2022 às 05:20

A maternidade é um momento de grandes transformações para as mulheres. No mundo animal, as fêmeas também passam por momentos difíceis e precisam de atenção.

Durante a gestação é preciso estar atento às necessidades das mamães pets para que seja um processo tranquilo. “Assim como as mulheres, as pets precisam, por exemplo, da ingestão de ácido fólico. Isso é muito importante para a formação do tubo neural e garante uma gestação sadia”, explica Marina Tiba, veterinária da Organnact, marca que pesquisa e produz suplementação pet.

Outra fase da maternidade de cadelas e gatinhas que requer especial atenção é o puerpério. Mas o período do pós-parto dos animais não é como o humano. “A preocupação com o puerpério das fêmeas não tem muito o fator psicológico, é uma questão muito mais nutricional, pois durante o período de amamentação, uma cadela perde muito peso, então é importante olhar para aquilo que ela está ingerindo”, diz Marina.

É importante investir em cuidados com a saúde dos bichinhos, garantindo que todas as necessidades sejam supridas e que a maternidade seja um momento de carinho e celebração para a família toda. Para isso, o veterinário poderá indicar uma dieta adequada, de acordo com as particularidades de cada pet. “As dietas para prenhes devem conter um teor de proteína equilibrada, maior distribuição calórica de gordura para gerar mais calorias, principalmente no terço final da gestação. Ainda, a dieta deve conter, além das calorias necessárias, um alto teor de cálcio, pois a deficiência deste elemento pode ocasionar eclampsia nos animais”, conta Luis Fernando de Moraes, especialista em nutrição animal e consultor da Organnact.

Atenção com o leite

Além de uma dieta balanceada, é importante o uso de uma suplementação que auxilie na lactação e na formação de leite, afinal, filhote não vai faltar para mamar. “O ideal é entrar com um suplemento vitamínico mineral que tenha aminoácidos de alta digestibilidade e valor biológico. O uso desse tipo de produto é altamente indicado para a suplementação de cadelas a partir do terço final da gestação e durante todo o período de lactação”, explica especialista em nutrição animal, Luis Fernando.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por