SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | TERÇA-FEIRA, 09 DE AGOSTO DE 2022
BELEZA

Cuidados com a pele no inverno

Época é propícia para tratamentos clareadores e requer atenção na rotina de limpeza, hidratação e proteção solar

Luciana Vinha
Publicado em 25/06/2022 às 04:56Atualizado em 25/06/2022 às 05:18

Com a chegada do inverno, para que o frio não maltrate a nossa pele, é importante redobrar os cuidados, principalmente com a hidratação. Com a queda das temperaturas, a pele se torna mais sensível e fica sujeita ao ressecamento, vermelhidão e descamação, entre outros problemas que podem surgir ou se intensificar. O rosto acaba sendo a parte mais exposta às intempéries, por isso, para deixar a pele bonita, mas também saudável, é preciso fazer uso de cremes hidratantes específicos, manter uma higiene adequada e protegê-la do sol.

De acordo com a dermatologista Joana Tebar Figueira, manter a pele hidratada é importante em qualquer época do ano, mas durante o inverno, muitas vezes, é preciso intensificar a hidratação por conta da baixa umidade do ar. “A pele perde mais água e tem mais chance de desidratar, por isso é muito importante manter uma hidratação adequada, inclusive as pessoas de pele oleosa”, destaca.

A dermatologista Sabrina Negro ressalta que pele hidratada é pele saudável. “Uma pele que está saudável funciona como órgão de defesa, cumprindo sua função fisiológica. Já a pele desidratada não protege e está suscetível às agressões externas. Vale ressaltar que hidratação é diferente de oleosidade. Uma diz respeito à água e a outra, à produção de sebo na pele”, esclarece.

Tratamentos clareadores

O inverno costuma ser o período mais indicado para realizar alguns tratamentos com laser, peelings e clareadores que, quando realizados, o paciente não deve se expor ao sol para prevenir possíveis complicações, uma vez que a pele fica fragilizada e os raios solares podem causar um processo inverso na eliminação das manchas.

“A estação é boa para realizar procedimentos de clareamento porque normalmente no inverno tem menos atividades ao ar livre e consequentemente as pessoas se expõem menos ao sol. Na verdade, esses tratamentos podem ser feitos durante o ano todo, mas os que são mais agressivos geralmente são indicados para fazer nessa época”, explica a dermatologista Joana Tebar Figueira.

BANHOS QUENTES DEVEM SER EVITADOS

Uma regra de ouro na hora do banho e principalmente com relação à limpeza facial é evitar o uso de água quente, pois ela agride a pele e danifica a barreira natural, favorecendo o ressecamento. “O banho quente demais desequilibra a barreira cutânea, que é a interação entre células e fatores de hidratação da pele focada em proteger o corpo contra microorganismos e agressões externas”, explica a dermatologista Sabrina Negro. Para lavar o rosto, a recomendação é usar água morna ou fria. (LV)

PROTEÇÃO SOLAR

Erroneamente, muitas pessoas são levadas a pensar que, por estar frio, não é preciso se proteger do sol. No entanto, o uso do filtro solar é indispensável em todas as épocas do ano, não apenas no verão, uma vez que a radiação ultravioleta, responsável por acelerar o aparecimento de sinais de envelhecimento como manchas ou rugas, continua a agir mesmo que esteja frio ou nublado.

A recomendação é continuar usando normalmente o protetor solar. “Nos dias mais frios geralmente não prestamos tanta atenção ao sol, por isso tem gente que negligência o uso do protetor, no entanto, independente da época do ano, os cuidados com a proteção são os mesmos e devem ser mantidos”, afirma a dermatologista Sabrina Negro. (LV)

SKINCARE DE INVERNO

A dermatologista Joana Tebar Figueira explica que dentre os produtos indicados para uso nessa época do ano fazem parte do kit um bom higienizador facial, principalmente os que são “syndet”, que fazem uma limpeza menos agressiva sem prejudicar a barreira lipídica, e um hidratante adequado para cada tipo de pele e idade. “Certamente, esses três não podem faltar, junto com a complementação, de acordo com cada necessidade individual”, diz.

Quando o assunto é maquiagem, independente do frio, Joana alerta que a mesma deve ser removida e a pele higienizada antes de se deitar para dormir. “O acúmulo da maquiagem pode predispor o paciente ao um risco maior de desenvolver alergias, eczemas e acnes. A melhor maneira para retirar é com o uso de sabonetes específicos e demaquilantes bifásicos, que podem ser usados na região dos olhos, e água micelar”, afirma. (LV)

AVALIAÇÃO DERMATOLÓGICA

A recomendação para quem deseja ter e manter uma pele saudável em todas as estações do ano e, especialmente durante o inverno, é realizar regularmente uma avaliação dermatológica, inclusive para ter a correta indicação de produtos e tratamentos específicos de acordo com o tipo de pele e idade.

“O tempo frio e a baixa umidade do ar contribuem com a piora de algumas doenças, principalmente as pessoas que têm dermatite atópica, dermatite seborreica e rosácea, que tendem a ter episódios de piora e entram em crise da doença nessa época do ano se não tiverem bem tratados, portanto, o acompanhamento com um dermatologista é essencial”, finaliza a dermatologista Joana Tebar Figueira. (LV)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por