SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 07 DE AGOSTO DE 2022
Beleza

Em busca de lábios perfeitos

Jéssica Reis
Publicado em 03/09/2021 às 18:16Atualizado em 04/09/2021 às 12:33

Lábios bem definidos, com volume e contorno. Esse é o lábio do momento, que pode ser conquistado com o tal do preenchimento labial, que segundo a dermatologista Silvia Strazzi, de Rio Preto, é um procedimento estético que visa aumentar o volume dos lábios, delinear o contorno e projetá-los. Ele ajuda a rejuvenescer a região ao redor dos lábios e deixa o rosto mais harmônico por melhorar a proporção da boca com o rosto.

A especialista explica que, geralmente, a substância usada para o preenchimento labial é o ácido hialurônico. “Ele é reconhecido pelo organismo, que também o produz. Por isso, são poucas as chances de rejeição, exceto nos casos de alergia ao componente. Com uma agulha ou cânula, a substância é introduzida em pontos específicos na região dos lábios. O preenchimento labial não é considerado uma cirurgia, mas sim um procedimento minimamente invasivo, já que não necessita de centro cirúrgico e nem de anestesia geral para sua realização”, diz Silvia.

A dermatologista Joana Tebar Figueira, de Rio Preto, explica que existem alguns tipos de preenchimentos que podem ser realizados na região do lábio. “Existe um tipo de ácido que dá volume ao lábio, e existe outro tipo chamado skinbooster que é utilizado para melhorar a textura e o brilho do lábio, sendo um produto mais fino que não preenche tanto, mas melhora a aparência. São preenchedores absorvíveis, então com o passar do tempo ele é absorvido pelo organismo. Em relação a manutenção, a durabilidade do preenchedor labial dura em media um ano.”

As contraindicações são gerais em relação aos preenchimentos com ácido hialurônico, geralmente são doenças autoimunes que estejam ativas, como lúpus, esclerodermia ou alguma alergia sabidamente ao produto, segundo Joana.

Sinais de envelhecimento

Assim como todo o corpo, a pele dos lábios também envelhece. Esse envelhecimento começa por volta dos 30 anos de idade e é progressivo. “Ele ocorre devido ao processo de envelhecimento intrínseco da face: há uma perda de colágeno com diminuição da firmeza da pele e diminuição da gordura facial. Além disso, usamos muito a musculatura ao redor da boca (mastigação e mímica facial - sorriso e fala)”, explica Paola Pomerantzeff . Segundo o dermatologista Daniel Cassiano, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), os sinais do envelhecimento da região incluem a perda de volume e as rugas códigos de barras. “Os lábios tornam-se mais finos, com rugas ao redor da boca (o famoso ‘código de barras’) e consequente queda do ângulo da boca (‘sorriso triste’)”, explica Paola.

 

Cuide dos lábios

Pele delicada e 100% exposta ao meio ambiente, a região dos lábios precisa ser hidratada e protegida como forma de prevenção. A própria anatomia e alguns hábitos podem fazer a pele dos lábios sofrer, descamando, ficando irritada e apresentando sinais de envelhecimento precoce. “A pele dos lábios é extremamente delicada e está 100% do tempo exposta ao meio ambiente (sol, vento, frio, contato com alimentos e com bebida alcoólica etc.) e por isso merece atenção especial. Ela facilmente se desidrata. Seja por temperaturas muito baixas ou muito altas. A ingestão diária de água adequada ajuda muito na hidratação labial. Já a água (mineral ou thermal) diretamente nos lábios têm efeito inverso; assim como a saliva, ambos ressecam os lábios por retirarem a oleosidade natural protetora. Portanto o ideal é beber muita água, hidratar os lábios com hidratantes labiais e não ficar ‘mordendo ou lambendo’ os lábios. A saliva, com seu PH ácido, pode piorar ainda mais e causar uma ‘assadura’ conhecida como dermatite perioral”, explica Paola Pomerantzeff, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Entre os cuidados, a dermatologista Silvia Strazzi cita o uso do protetor solar. “Os filtros solares específicos para a região são importantes também para evitar que haja formação do herpes pela exposição ao sol”, explica. Além disso, outros cuidados como hidratar-se sempre, evitar passar a língua nos lábios, não arrancar as peles labiais são importantes para manter os lábios bonitos e saudáveis.

Preenchimento labial para hidratação: nesse caso, o procedimento auxilia no brilho e na melhora da textura e da maciez, mas sem alterar o volume labial.
 

Preenchimento labial para contorno da boca: Para isso, a aplicação de ácido hialurônico é realizada ao redor da boca, o que melhora de sua sustentação e simetria. Esse tipo de preenchimento atenua as rugas no local e redefine os ângulos da boca.
 

Preenchimento labial para projeção dos lábios: Esse tipo é uma boa opção para quem tem lábios mais finos e pequenos. No entanto, é necessário ter uma avaliação minuciosa da anatomia do paciente para obter resultados naturais.
 

Preenchimento labial para volume: tipo de preenchimento muito feito pelas celebridades. Ele dá aparência de lábios grossos e carnudos. Após analisar as proporções faciais do paciente, o médico mantém o lábio inferior um pouco maior que o superior, na chamada “proporção áurea”, sendo 1:1,6 centímetros.

 

Fonte - Silvia Strazzi, dermatologista, em Rio Preto

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por