SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SÁBADO, 04 DE DEZEMBRO DE 2021
CONSELHO DA MULHER

Prefeitura de Rio Preto indica três homens para o Conselho da Mulher

Conselheiras criticaram a indicação: "Achamos desrespeitoso"

Francela Pinheiro
Publicado em 11/10/2021 às 23:43Atualizado em 12/10/2021 às 07:47
Sônia Paz, atual presidente do Conselho da Mulher (Johnny Torres 27/10/2020)

Sônia Paz, atual presidente do Conselho da Mulher (Johnny Torres 27/10/2020)

O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Rio Preto reagiu contra três indicações de homens pela Prefeitura para ocupar cadeiras de suplência no colegiado. A contradição ocorreu durante eleições do Conselho, para a gestão de 2021 a 2023, pela qual 24 conselheiras da sociedade civil são eleitas e outras 24 são indicadas por secretarias – 12 titulares e 12 suplentes.

Dois indicados são da Secretaria dos Direitos para Mulher, Pessoas com Deficiência, Raça e Etnia, comandada por Maria Cristina de Godoy. Um terceiro é da Secretaria de Habitação, do secretário Manoel Gonçalves. A atual presidente do conselho, Sônia Paz, explicou que suplentes têm direito a voto na ausência de titulares. “Sabemos da importância do direito de voz. Achamos desrespeitoso”, afirmou.

“É uma oportunidade a menos de termos uma voz feminina diferenciada se expressando e trazendo a visão e os problemas do grupo”, disse a professora doutora da Unesp Mônica Galindo.

O colegiado, em suma, é composto para discutir e promover ações junto ao governo a favor das mulheres. O Diário tentou falar com o secretário de Governo, Jair Moretti, mas não obteve contato até o fechamento desta edição.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por