SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 07 DE AGOSTO DE 2022
DEMISSÃO

Pedro Guimarães confirma pedido de demissão da Caixa e publica carta no Instagram

O Ministério Público Federal (MPF) abriu investigação para apurar denúncias de assédio sexual feitas por funcionárias da Caixa contra Guimarães

Estadão Conteúdo
Publicado em 29/06/2022 às 18:29Atualizado em 29/06/2022 às 18:29
Segundo Pedro Guimarães, reajustes que precisavam ser feitos já ocorreram em 2021 (Divulgação/Agência Estado)

Segundo Pedro Guimarães, reajustes que precisavam ser feitos já ocorreram em 2021 (Divulgação/Agência Estado)

O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, confirmou em seu perfil no Instagram que pediu demissão do banco. Ele publicou a carta de demissão que encaminhou na tarde desta quarta-feira, 29, ao presidente da República, Jair Bolsonaro, cujo teor foi antecipado pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

O Ministério Público Federal (MPF) abriu investigação para apurar denúncias de assédio sexual feitas por funcionárias da Caixa contra Guimarães.

A abertura da investigação, que está em andamento sob sigilo, foi confirmada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Cinco funcionárias relataram abordagens inapropriadas do presidente do banco. A revelação das denúncias foi feita pelo site Metrópoles na terça-feira, 28.

Guimarães estava à frente da Caixa desde 2019, sendo um dos poucos auxiliares do presidente Jair Bolsonaro que permanecia no mesmo cargo desde o começo do governo.

Ele era um dos auxiliares mais próximos a Bolsonaro, que busca a reeleição em outubro.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por