SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUARTA-FEIRA, 06 DE JULHO DE 2022
FILMOU RELAÇÕES SEXUAIS

Vereador Gabriel Monteiro diz que gravações foram feitas para se 'precaver'

Monteiro é acusado de quebra de decoro parlamentar, pela prática de supostos estupros e episódios de assédio sexual e moral, além de manipulação de vídeos e infração a direitos de uma criança que foi protagonista de um vídeo gravado por ele

Agência Estado
Publicado em 24/06/2022 às 00:15Atualizado em 24/06/2022 às 09:38
Vereador do Rio Gabriel Monteiro (PL) (Reprodução/Instagram/@gabrielmonteiropm)

Vereador do Rio Gabriel Monteiro (PL) (Reprodução/Instagram/@gabrielmonteiropm)

Em depoimento ao Conselho de Ética e Decoro da Câmara Municipal do Rio, o vereador Gabriel Monteiro (PL) afirmou na tarde desta quinta-feira, 23, que gravava relações sexuais, de forma consentida, com as mulheres com quem se relacionava para se “precaver de denúncias de estupro”, de acordo com o relator do caso, vereador Chico Alencar (Psol).

Monteiro é acusado de quebra de decoro parlamentar, pela prática de supostos estupros e episódios de assédio sexual e moral, além de manipulação de vídeos e infração a direitos de uma criança que foi protagonista de um vídeo gravado por ele. O vereador nega todas as acusações, que atribuiu a adversários políticos.

Monteiro é réu em processo em que é acusado pelo Ministério Público estadual (MP-RJ) de filmar relações sexuais que manteve com uma adolescente de 15 anos. Para a Promotoria, ele infringiu o Artigo 240 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que prevê prisão de 4 a 8 anos para quem “produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente”.

Monteiro foi denunciado em abril pela 1ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Territorial da área Zona Sul e Barra da Tijuca. Em 2 de maio, o juiz Marcelo Almeida de Moraes Marinho, responsável pelo VII Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Regional da Barra da Tijuca), aceitou a denúncia.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por