SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUINTA-FEIRA, 11 DE AGOSTO DE 2022
RIO PRETO EM FOCO

50 anos da 13ª turma do curso de História Natural da Fafi

Curso recebeu, em 1969, trinta e três alunos e foi a última turma a frequentar os quatro anos do curso, de 1969 a 1972, no antigo prédio da faculdade

Fernando Marques
Publicado em 02/07/2022 às 22:05Atualizado em 03/07/2022 às 19:40
Reunião anual da 13 Turma de História (Acervo pessoal)

Reunião anual da 13 Turma de História (Acervo pessoal)

Em reunião neste sábado, 2, em Rio Preto, organizada pelas ex-alunas Ana Maria Gouveia Monteiro, Ana Rita Moreira Marques e Hildete Maria Borduqui Ferrari, a 13ª turma do curso de História Natural da Fafi (Faculdade de Filosofia Ciências e Letras), de São José do Rio Preto, comemorou 50 anos da formatura.

Um encontro especial para relembrar, além da formatura, uma parte importante e inesquecível da história da Fafi e da cidade. A Fafi foi criada pela Prefeitura de São José do Rio Preto em 1955, após um projeto ousado do professor e vereador Daud Jorge Simão e seus colegas, visando a implantação de uma Cidade Universitária na cidade.

Eles movimentaram a sociedade da época, convocando entidades e estudantes para reforçarem a sua iniciativa. Ainda em 1955, o prefeito Philadelpho Gouveia Neto sancionou a lei criando a Universidade Municipal, possibilitando que em junho do mesmo ano, o Conselho Geral da Universidade iniciasse um trabalho político em favor da instalação da Faculdade de Filosofia, como descreve o Dicionário Rio-pretense, de Lelé Arantes.

Estadualizada como Instituto Isolado de Ensino Superior em 1959, teve seu corpo docente reestruturado com professores da USP, por exigência do governador Jânio Quadros. O curso de História Natural recebeu no ano de 1969 trinta e três alunos e foi a última turma a frequentar os quatro anos do curso, de 1969 a 1972, no antigo prédio da faculdade, que ficava na Rua General Glicério 3.947, na Vila Redentora, onde hoje é a Secretaria Municipal de Educação de Rio Preto.

O prédio foi inaugurado em 18 de março de 1960, na segunda gestão do prefeito Philadelpho Gouveia Neto, nas comemorações do aniversário de 108 anos da cidade. A partir da década de 1970, os alunos aprovados no vestibular passaram a frequentar aulas já na nova sede, no Ibilce (Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas) e Campus da Unesp de São José do Rio Preto, na rua Cristóvão Colombo, 2265, no Jardim Nazareth, que começou a ser construído em 1963, primeiramente, para ser sede do novo Seminário Nossa Senhora da Paz de Rio Preto.

Em 1967, na gestão do diretor Michel Pedro Sawaya, a Cometa Filmes fez um amplo documentário mostrando todas as dependências da faculdade, o corpo de professores e a nova sede em construção, no Jardim Nazareth. A formatura da 13ª turma, como desde a primeira, em 1961, aconteceu no Salão Nobre do Rio Preto Automóvel Clube.

A partir de então, a turma já se reuniu inúmeras vezes ao longo de 50 anos para celebrar, relembrar histórias de um período importante e decisivo na vida de todos. Parabéns à turma e à Fafi, pioneira da história das faculdades de Rio Preto.

Sede da Secretaria de Educação atual (Acervo pessoal)

Turma de estudantes de História Natural (Acervo pessoal)

Uma das últimas reuniões da 13ª turma de História da Fafi (Acervo pessoal)

Alunos do curso em aula, em 1971 (Acervo pessoal)

Turma em aula em 1971 (Acervo pessoal)

Reunião da 13 Turma de História da Fafi II (Acervo pessoal)

Formatura da 13 Turma de História da Fafi - Automóvel clube

Time de Futebol de Salão da 13 Turma de História da Fafi (Acervo pessoal)

13 Turma de História da Fafi em aula

Sede da Fafi, nos anos 1960, hoje Secretaria de Educação, na rua General Glicério (Acervo pessoal)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por