SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SÁBADO, 04 DE DEZEMBRO DE 2021
ARTIGO

Vivemos na esperança

É tempo de estarmos atentos e vigilantes, preparando-nos alegremente para o Natal

Padre Valter Lucato Campano Junior
Publicado em 25/11/2021 às 23:13Atualizado em 25/11/2021 às 23:22
Padre Valter Lucato Campano Junior

Padre Valter Lucato Campano Junior

Advento significa aproximar-se, vir chegando aos poucos. Durante as quatro semanas do Advento, nos preparamos para o Natal, ouvimos as vozes sempre atuais dos profetas bíblicos anunciando a vinda do Salvador. É para todos, momento de forte mergulho na mística cristã. É tempo de estarmos atentos e vigilantes, preparando-nos alegremente para o Natal do Senhor.

O Advento recorda a dimensão histórica e escatológica do mistério cristão. Jesus que de fato se encarna e se torna presença salvífica na história, realiza a promessa e a aliança feita ao povo. Deus que, ao se fazer carne, plenifica o tempo (Gl 4,4) e torna próximo o Reino (Mc 1,15).

A comunidade cristã é chamada a viver atitudes essenciais que expressam uma vida de acordo com o Evangelho: a espera vigilante e jubilosa, a esperança, a conversão. Nossa disposição deve ser de preparação pessoal e comunitária para celebrar a vinda do Senhor. Neste tempo, está presente um forte e alegre convite à conversão e à abertura da nossa vida a Jesus Cristo, um convite a viver, também no nosso tempo o Evangelho, que dá sentido à nossa existência.

O Papa Francisco nos diz: “Nestes tempos difíceis para muitos, esforcemo-nos por redescobrir a grande esperança e alegria que nos dá a vinda do Filho de Deus ao mundo. Vamos viver à luz da Palavra de Deus, para que o Espírito Santo que habita em nós possa iluminar o caminho a seguir e transformar o coração, na espera do Nascimento de Nosso Senhor Jesus”.

Este tempo de esperança nos ensina a celebrar a vinda do Autor da Vida; daquele que vem para nos dar a dignidade de filhos e filhas; que vem nos ensinar o Evangelho da Vida e resgatar a vida de tantos homens e mulheres abandonados e assassinados pelo egoísmo, pela ganância e pela corrupção, atitudes que se opõe ao projeto de Deus, que é de transformação dos corações para uma vida cheia de ternura e de misericórdia para com todos.

Jesus veio, a primeira vez, na fragilidade da carne. Ele vem constantemente ao nosso encontro todas as vezes que nos reunimos em seu nome. Ele vem em cada irmão e irmã, que vivem à margem, abandonados, descartados e sem esperança. Ele virá, uma última vez, para nos resgatar totalmente e manifestar sua misericórdia, que não é excludente. E será uma vinda que nos enche de esperança, pois, reconheceremos que a sua ternura envolve toda a criatura.

Que bom que podemos confiar na presença de Jesus! Que todos celebrem este tempo com a esperança renovada. Preparemo-nos para que a celebração do Natal seja um momento de paz e alegria.

Padre Valter Lucato Campano Junior, Chanceler da Diocese de Jales

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por