SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SÁBADO, 04 DE DEZEMBRO DE 2021
ARTIGO

Família

Família, como uma unidade, tem o papel importante de desenvolver sistemas de valores

Antonio Caprio
Publicado em 21/10/2021 às 23:34Atualizado em 21/10/2021 às 23:38
Antonio Caprio

Antonio Caprio

Definimos, família, como um agrupamento humano formado por duas ou mais pessoas com ligações biológicas, ancestrais, legais ou afetivas que, geralmente, vivem ou viveram na mesma casa. (wikipedia). Uma família, modernamente, pode ser formada por pessoas solteiras, casais heterossexuais ou homossexuais. É uma das unidades da sociedade. O termo deriva do latim ‘famulus’, significando ‘ escravo doméstico’. Foi criado na Roma antiga. Temos a família natural, constituída apenas dos cônjuges e seus filhos e se alicerça no casamento e nas relações jurídicas dele resultantes entre os cônjuges, pais e filhos. Ramifica-se a família, para fins gerais, de paterna e materna, dando origem às famílias reais.

A cultura ocidental define família como um grupo de pessoas do mesmo sangue que é o elemento de unificação familiar. Há culturas que dão conotações diferentes do sangue para a formação familiar, abrangendo a exogamia, a endogamia, o incesto, a monogamia, a poligamia e a poliandria. O tempo tem definido família acompanhando mudanças religiosas, econômicas e socioculturais. Há registros fósseis com 4.600 anos, onde foram identificados, por análise do DNA, identificando quatro corpos, sendo uma mãe, um pai e dois irmãos de 8 ou 9 anos e 4 ou 5 anos, constituindo a descoberta, no mais antigo registro genético molecular já identificado no mundo.

Representando um grupo social primário, a família influencia e é influenciada por outras pessoas e instituições. É ligada, por descendência, a partir de um ancestral comum, matrimônio ou adoção, gerando relativa confusão com um clã. Numa família é comum se compartilhar o mesmo sobrenome, herdado dos ascendentes diretos, ocupando espaços de muitas gerações. No passado, um cidadão que não possuísse herdeiro homem, poderia adotar um herdeiro e transmitir a ele toda sua genealogia, títulos e inclusive a herança financeira e até espiritual.

A família possui as mesmas raízes universais. Uma das funções principais da família é fornecer estrutura para a produção e reprodução de pessoas sob o ponto de vista biológico e social, com incumbência de dar e receber cuidados de nutrição adequados, dos direitos e obrigações jurídicas, manter os laços morais, educacionais e sentimentais, transformado o grupo familiar em um grupo economicamente produtivo. A família é naturalmente confundida com o lar. Os responsáveis pela família devem assumir objetivos em suas linhas: um interno como proteção psicossocial dos membros e outro de natureza externa como acomodação da cultura e sua transmissão na linha do tempo. Cabe à família dar respostas às necessidades de seus membros e da própria sociedade que integra.

A família, como uma unidade, tem o papel importante de desenvolver sistemas de valores, crenças e atitudes em face à saúde, à doença, à idade e à unidade de seus membros. Cabe à família cuidar da aplicação do conceito de justiça social à esfera privada das relações familiares, notadamente dos direitos da mulher, da criança e de seus idosos. A família é tida como a principal fonte de honra familiar e desta honra nasce o complexo entendimento do conceito de família nos tempos modernos.

Antonio Caprio, Prof. Dr.; bíólogo; Tanabi

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por