SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUINTA-FEIRA, 07 DE JULHO DE 2022
DENUNCIADA POR EDENÍLSON

Superior Tribunal de Justiça Desportiva pede inquérito sobre injúria racial

Denúncia de injúria racial foi feita pelo volante Edenílson no último sábado, durante o empate por 2 a 2 entre Internacional e Corinthians, no Beira-Rio

Agência Estado
Publicado em 18/05/2022 às 00:31Atualizado em 18/05/2022 às 09:03

A Procuradoria da Justiça Desportiva pediu a abertura de um inquérito para apurar a injúria racial denunciada pelo volante Edenílson no último sábado, durante o empate por 2 a 2 entre Internacional e Corinthians, no Beira-Rio. O jogador relatou ter sido chamado de "macaco" por Rafael Ramos, lateral-direito do time paulista.

Anunciada nesta terça-feira, 17, em nota oficial publicada no site do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), a solicitação de inquérito já foi encaminhada a Otávio Noronha, presidente do órgão. De acordo com o STJD, o caso exige uma análise minuciosa dos acontecimentos.

"Ante à possibilidade da oitiva de mais depoimentos, bem como a reunião de novos documentos e mídias que corroborem com o depoimento do atleta Edenilson, em respeito à causa antirracista e à condução isenta dos procedimentos neste STJD, em especial por esta Procuradoria, faz-se necessária a apuração detalhada da prática da referida e repudiável conduta discriminatória", diz o pedido.

Ao fim da partida de sábado, Edenílson registrou um Boletim de Ocorrência contra Rafael Ramos ainda no Beira-Rio. Por isso, o jogador português foi detido no posto policial do estádio e prestou depoimento, mas acabou liberado após pagamento de fiança. Ele disse que "foi apenas um mal entendido" e que o volante do Inter teria entendido errado a palavra que ele falou. Quando Edenilson se manifestou, contudo, foi para confirmar sua versão do fato e para dizer que a denúncia estava mantida.

Com o pedido da abertura de inquérito, os dois jogadores devem ser ouvidos novamente, assim como o árbitro Bráulio Machado.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por