SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SÁBADO, 04 DE DEZEMBRO DE 2021
AMISTOSO

Seleção Brasileira de Futebol Feminino se prepara para jogo contra Austrália

Com a presença das 23 convocadas, a técnica Pia Sundhage liderou o penúltimo trabalho antes do primeiro duelo contra a Austrália, neste sábado, 23, no Commbank Stadium

Agência Estado
Publicado em 22/10/2021 às 00:38Atualizado em 22/10/2021 às 08:28
Pia Sundhage, técnica da Seleção Brasileira Feminina (Divulgação/CBF)

Pia Sundhage, técnica da Seleção Brasileira Feminina (Divulgação/CBF)

A técnica Pia Sundhage comandou nesta quinta-feira, 21, a primeira atividade com o grupo completo da seleção feminina em Sydney. Com a presença das 23 convocadas, a sueca liderou o penúltimo trabalho antes do primeiro duelo contra a Austrália, neste sábado, 23, no Commbank Stadium. A atividade ocorreu no período da tarde no CT Sydney Showgroun.

Na chegada a Sydney, as atletas que se apresentaram na noite de quarta-feira (horário local) tiveram que cumprir quarentena obrigatória, seguindo o protocolo sanitário do governo australiano. No início da tarde, com todos os resultados negativos para a Covid-19, o grupo foi autorizado a se juntar ao restante da delegação.

Com todo o elenco disponível, Pia Sundhage intensificou o trabalho de preparação e apresentou a ideia de jogo do Brasil para os dois compromissos diante da Austrália - o segundo será na terça-feira, também em Sydney. Na primeira etapa da atividade, as atletas fizeram um trabalho de passe e movimentação com o intuito de ajudar na liberação pós-viagem. Na parte final, dividiu o grupo para um coletivo curto de 11 x 11, projetando a equipe que atuará contra as donas da casa.

Nesta sexta-feira, 22, Pia Sundhage comandará o último treinamento antes do primeiro jogo. A atividade está marcada para o palco da partida, no Commbank Stadium.

Força jovem

De olho na renovação da seleção feminina, Pia Sundhage tem aproveitado para utilizar as janelas da Data Fifa, que antecedem a Copa América de 2022, para conhecer e testar novos talentos. A mescla de um grupo com jogadoras jovens e experientes é, para a sueca, uma fórmula de sucesso para os próximos objetivos. Para os dois jogos diante da Austrália, por exemplo, a equipe conta, entre as 23 selecionadas, com nove atletas com menos de 23 anos. Ary Borges é uma das jogadoras que vem ganhando oportunidades com Pia Sundhage. Campeã do Brasileiro Feminino A-2 de 2019 e vice-campeã do Brasileiro Feminino de 2021, a meia já foi convocada em cinco oportunidades pela sueca e ganhou os primeiros minutos na equipe principal ao entrar nos dois duelos diante da Argentina.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por