SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEXTA-FEIRA, 19 DE AGOSTO DE 2022
FUTEBOL

Santos pode perder casa no Brasileirão por atos de indisciplina

Objetos foram atirados no campo, sinalizadores acesos nas arquibancadas, bombas atiradas no gramado, torcedores invadiram o campo e o goleiro rival Cássio sofreu agressão pelas costas

Agência Estado
Publicado em 03/08/2022 às 00:36Atualizado em 03/08/2022 às 09:40
A equipe do técnico Lisca pode perder seu grande trunfo na busca por algo grande na competição: a Vila Belmiro (Ivan Storti/Santos FC)

A equipe do técnico Lisca pode perder seu grande trunfo na busca por algo grande na competição: a Vila Belmiro (Ivan Storti/Santos FC)

O dia 10 de agosto pode definir o rumo do Santos na temporada. Apenas com o Brasileirão por disputar, a equipe do técnico Lisca pode perder seu grande trunfo na busca por algo grande na competição: a Vila Belmiro.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) marcou para a próxima semana o julgamento do clube por atos de indisciplina no jogo de volta com o Corinthians pela Copa do Brasil, e as penas previstas, além de multa de até R$ 100 mil, podem tirar de 1 a 10 mandos da equipe santista.

E não são poucos os agravantes que corroboram com uma punição grave e exemplar. Houve de tudo no jogo, vencido pelo Santos por 1 a 0. Objetos foram atirados no campo, sinalizadores acesos nas arquibancadas, bombas atiradas no gramado, torcedores invadiram o campo e o goleiro rival Cássio sofreu agressão pelas costas.

A Procuradoria denunciou o Santos por tripla infração ao artigo 213 do CBJD, prevendo a perda de mando de campo entre um e dez jogos da competição.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por