SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 22 DE MAIO DE 2022
ENTRADA NO G-4

Tigre vence a Ponte Preta fora de casa pelo Campeonato Brasileiro da Série B

Novorizontino, com gol de Ronaldo, fez 1 a 0 fora de casa contra a Macaca e entrou no G-4 da Série B

Lucas Israel
Publicado em 13/05/2022 às 21:39Atualizado em 14/05/2022 às 09:31
Douglas Baggio finaliza ainda no primeiro tempo; chances de gol foram raras na partida

Douglas Baggio finaliza ainda no primeiro tempo; chances de gol foram raras na partida

Em um jogo duro, o Novorizontino conquistou a sua primeira vitória fora de casa no ano nesta sexta-feira, 13, ao derrotar a Ponte Preta em Campinas, por 1 a 0 e garantir a entrada no G-4 do Campeonato Brasileiro da Série B. Pelo menos até o término da 7ª rodada, na segunda-feira, 16. O gol do Tigre foi anotado por Ronaldo, artilheiro do Paulistão e que desembarcou em Novo Horizonte como a grande esperança de gols da equipe para o restante da temporada. E logo no primeiro jogo, o centroavante desencantou.

O primeiro tempo foi digno de “sexta-feira 13”. As duas equipes sofreram bastante no gramado irregular do Moisés Lucarelli. Tanto é verdade que as melhores chances da primeira etapa surgiram em chutes de muito longa distância, sem grandes dificuldades para Caíque França e Giovanni.

Postado na defesa, o Tigre tinha pouca dificuldade em repelir as investidas da Macaca, mas não acertava o contra-ataque nas poucas chances que tinha. Aos 28, minutos, o primeiro lance de perigo, de fato, no jogo. Em tabelinha de cabeça na área, Douglas Baggio encontrou Jhony Douglas livre, mas Caíque França, no susto, salvou a Macaca.

Nos acréscimos da primeira etapa, foi a vez de Douglas Baggio finalizar. Em contragolpe, Douglas Santos tropeçou e caiu de cara no chão. O camisa 7 do Tigre, cara-a-cara com Caíque, parou no arqueiro alvinegro.

Na volta do intervalo, os dois treinadores mexeram em suas equipes, especialmente naqueles jogadores que tinham cartão amarelo, fruto do jogo truncado. E a segunda etapa começou muito melhor que a primeira. Felipe Rodrigues arriscou de longe e parou no goleiro. Do outro lado, Felipe Amaral exigiu intervenção de Giovanni.

Aos 14, Norberto bateu cruzado, mas ninguém da Macaca apareceu para concluir. Aos 28, Léo Naldi, de cabeça, parou em Giovanni, mas a arbitragem parou a jogada em função de impedimento.

Cinco minutos depois, o lance que definiu o jogo. Ronaldo, artilheiro do Campeonato Paulista e que fez sua estreia com a camisa do Aurinegro, girou em cima do zagueiro Fabrício e foi derrubado. O pênalti foi marcado na hora pelo árbitro Paulo Henrique de Melo Salmazio.

O centroavante não quis saber e colocou a bola debaixo do braço. Com categoria, deslocou o goleiro da Macaca para o canto direito e só rolou no canto esquerdo, para abrir o marcador.

Com isso, a Ponte Preta se atirou ao ataque, mas sem qualidade e nem tranquilidade, deixava espaços cada vez maiores para o Tigre explorar. E foi assim que outro pênalti foi marcado. Desta vez Igor Formiga bloqueou cabeceio de Ronaldo com o braço após cobranca de escanteio. O árbitro precisou do auxílio do árbitro de vídeo, Gilberto Rodrigues Castro Junior, para marcar a penalidade.

Desta vez, contudo, foi o lateral-esquerdo e capitão Romário o cobrador. Diferentemente da primeira cobrança, o camisa 6 chutou fraco e mascado. Caíque caiu para o mesmo canto da penalidade anterior e defendeu sem nem esticar os braços.

Daí para o fim do jogo, a Macaca simplesmente não encontrou alternativas para abrir espaços na defesa e o placar permaneceu inalterado.

Com o resultado, o Tigre subiu para a 3ª posição do Campeonato Brasileiro da Série B, com 12 pontos, somente atrás de Bahia e Cruzeiro.

Na próxima rodada, o Novorizontino joga em casa contra o Sport, terça-feira, 17, às 21h30. Já a Ponte Preta, que perdeu pela terceira vez no torneio, encara o Bahia, na sexta-feira, 20, na Fonte Nova.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por