SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUARTA-FEIRA, 06 DE JULHO DE 2022
SÉRIE B DO BRASILEIRO

Rafael Guanaes é o novo técnico do Novorizontino

Treinador chega nesta 4ª e comandará time contra o Bahia, sábado, em Salvador

Da Redação
Publicado em 22/06/2022 às 01:25Atualizado em 22/06/2022 às 08:52
Rafael Guanaes já deve comandar os trabalhos para seu jogo de estreia, que será uma pedreira: o Bahia, em Salvador, no sábado, 25, pela 14ª rodada da Série B do Brasileiro (Divulgação)

Rafael Guanaes já deve comandar os trabalhos para seu jogo de estreia, que será uma pedreira: o Bahia, em Salvador, no sábado, 25, pela 14ª rodada da Série B do Brasileiro (Divulgação)

O Novorizontino anunciou nesta terça-feira, 21, o seu novo comandante para a continuidade da Série B do Brasileiro, e o nome escolhido foi o de Rafael Guanaes, que estava atuando como técnico adjunto do atual líder isolado da competição, Cruzeiro. O anúncio acontece após a demissão de Allan Aal, ocorrida com a derrota por 3 a 1 para o Tombense no sábado, 18.

Guanaes chega a Novo Horizonte nesta quarta-feira, 22, quando conhecerá estrutura e elenco do Tigre. No início da tarde, o treinador será apresentado oficialmente na sede do clube, onde concederá coletiva à imprensa.

Confiado pela diretoria para colocar o Aurinegro de volta nos trilhos, o técnico de 41 anos acumula boas passagens no currículo. Além da campanha recente auxiliando o líder Cruzeiro, Guanaes comandou o Tombense no ano passado, quando foi vice-campeão da Série C, classificando o time mineiro para jogar a ‘Bezona’ este ano. Ainda por lá, conquistou a Recopa Mineira de 2022.

Em 2021 foi campeão maranhense pelo Sampaio Corrêa e, dois anos antes, em 2019, levou o título do paranaense comandando o Athletico-PR. Na região, o treinador também teve passagem vitoriosa, quando venceu a Copa Paulista de 2018 pelo Votuporanguense.

Difícil missão

O momento do Tigre é delicado na Série B do Brasileiro. A equipe, que chegou a ‘flertar’ com o G4 no início da competição, agora amarga a 15ª colocação na tabela, e está a apenas um ponto da zona de rebaixamento para a Série C de 2023. Inconstante, o Aurinegro desperdiçou boas oportunidades de pontuar em casa, e momentaneamente terá que trocar o objetivo de classificação à Série A por permanência na Bezona.

Este é o cenário que encontrará Rafael Guanaes, que já deve comandar os trabalhos durante a semana para seu jogo de estreia, que será uma verdadeira pedreira, enfrentando o Bahia, em Salvador, no sábado, 25, pela 14ª rodada da competição.

O adversário da vez ocupa a 3ª posição na tabela e joga em casa, fatores que, em caso de vitória do Tigre, formariam uma bela ‘primeira página’ para a história de Guanaes e Novorizontino.

Para a sequência, mais desafios. Dos próximos cinco jogos da equipe, três deles serão contra times que compõe o G4 da Série B, sendo Bahia (próximo jogo), Vasco da Gama, na rodada seguinte, e Cruzeiro, na 18ª. Jogos decisivos que prometem indicar em qual ponta da tabela o Tigre vai brigar.

Na campanha até o momento, o Novorizontino ocupa a 15ª posição, com 14 pontos, sendo três vitórias, cinco empates e cinco derrotas nas 13 partidas disputadas. Para voltar a somar pontos, o novo treinador deverá trabalhar o sistema defensivo da equipe, que é o mais vazado da competição (junto de Náutico e CRB), com 16 gols sofridos.

O diretor executivo de futebol do clube, Thiago Gasparino, diz que a escolha do nome ocorreu por afinidade com a linha de trabalho do Tigre. "É um treinador que nós conhecemos bem e acredito que isso vai facilitar na sua chegada e na adaptação, nesse momento que estamos precisando para seguir rumo às vitórias.” (Colaborou Sergio Torqueti)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por