SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 03 DE JULHO DE 2022
VACINAÇÃO

Djokovic pode ficar fora de Roland Garros por não ter se vacinado

O tenista sérvio agora corre o risco de não poder competir em Roland Garros, porque o governo francês aprovou a adoção do passaporte vacinal para eventos públicos

Agência Estado
Publicado em 18/01/2022 às 02:42Atualizado em 18/01/2022 às 08:48
Novak Djokovic pode ficar fora de mais um Grand Slam (Divulgação/ ATP)

Novak Djokovic pode ficar fora de mais um Grand Slam (Divulgação/ ATP)

Um dia após ser deportado pela Austrália, Novak Djokovic sofreu outra dura derrota fora de quadra. O tenista sérvio agora corre o risco de não poder competir em Roland Garros, o segundo e próximo Grand Slam da temporada, em Paris, porque o governo francês aprovou a adoção do passaporte vacinal para eventos públicos.

A lei foi aprovada no domingo pela Assembleia Nacional da França E, nesta segunda-feira, a atual ministra dos Esportes, Roxana Maracineanu, afirmou que não haverá exceção. Assim, já está descartada qualquer "permissão médica especial", como a que o número 1 do mundo havia obtido, ainda que temporariamente, na Austrália.

"O passaporte de vacinação foi adotado. Assim que a lei for promulgada, ele passa a ser obrigatório para entrar em edifícios públicos como estádios, teatros ou salões para todos os espectadores, praticantes e profissionais franceses ou estrangeiros", afirmou Maracineanu em suas redes sociais.

"Muito obrigada ao movimento esportivo pelo trabalho de convencimento junto aos últimos raros membros não vacinados. Trabalharemos juntos para preservar as competições e sermos os embaixadores dessas medidas em nível internacional", acrescentou a ministra.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por