SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 26 DE SETEMBRO DE 2021
AMÉRICA

Chapa 'Sempre América' vence por 99 a 52 e Italiano permanece na presidência

Um novo pleito deve ser convocado para o mandato de 2020-2023

Lucas IsraelPublicado em 13/09/2021 às 22:49Atualizado há 13/09/2021 às 22:54
Oposição faz, às escuras, ata paralela após ser impedida de entrar no Teixeirão (Guilherme Baffi 13/9/2021)

Oposição faz, às escuras, ata paralela após ser impedida de entrar no Teixeirão (Guilherme Baffi 13/9/2021)

Na eleição do Conselho Deliberativo do América para o triênio 2017-2020, a chapa Sempre América, capitaneada pelo presidente Luiz Donizete Prietto, venceu por 99 votos a 52. O pleito tumultuado realizado nesta segunda-feira, 13, que teve a intervenção da Justiça, foi realizado quatro anos depois da data inicial em função de disputas nos tribunais, já que a chapa “Novo América” liderada por Pedro Batista, havia sido invalidada por Italiano à época. Segundo Prietto, uma nova eleição para o Conselho Deliberativo no triênio 2020-2023 deve ser realizada nos próximos dois meses.

“Não teve confusão, graças da Deus. Não poderíamos receber todo mundo na mesma sala porque temos jogador com Covid-19, e o lugar é pequeno. Abrimos a sala para entrar de dez em dez pessoas para votar. Se abríssemos para todo mundo, a Vigilância Sanitária ia vir aqui. A pandemia não acabou”, afirmou Italiano, que negou ter trancado as dependências do clube para membros da chapa de oposição. “Não teve nada disso. Sempre tem um pessoal que vem aqui fazer baderna, mas teve três pessoas de cada chapa acompanhando toda a votação”, disse.

Cabeça da chapa de oposição e ex-presidente do Rubro, Pedro Batista disse, no entanto, que Italiano fechou as dependências do Teixeirão e que, por isso, a votação, que deveria ter começado às 18h30, só foi iniciada às 19h30. “Ele trancou o portão e não deixou ninguém entrar. Ninguém sabia os locais de votação, ele foi para dentro (do estádio).”

A despeito das queixas, Italiano não mudou seus planos. “Agora, devo publicar um novo edital para daqui um mês e meio, dois meses, seja feita a eleição do triênio 2020-2023. Vai ser tudo transparente”, finalizou.

Houve ainda protesto por parte de ex-funcionários que cobram, na Justiça do Trabalho, os vencimentos não pagos pelo clube.

Derrota

O América perdeu de 1 a 0 para a Matonense no domingo, 12, no estádio Benedito Teixeira, o Teixeirão, na estreia do técnico Márcio Ribeiro. O único gol da partida, válida pela sexta rodada da Bezinha, foi marcado por Lucas, aos 41 minutos do primeiro tempo. Nesta quinta-feira, 16, o América enfrenta a Inter de Bebedouro, fora da casa, às 15h.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por