SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEGUNDA-FEIRA, 29 DE NOVEMBRO DE 2021
CONCESSÃO DE RODOVIAS

Estado prevê 7 novas praças de pedágio na região de Rio Preto; confira os locais

Segundo a Artesp, as praças de pedágio, anunciadas em audiência pública nesta quinta, 21, são para viabilizar obras, como duplicações e a 3ª faixa na Washington Luís, entre Mirassol, Rio Preto e Cedral

Francela Pinheiro
Publicado em 21/10/2021 às 23:56Atualizado em 22/10/2021 às 08:17
Estado prevê a implantação de 10 novas praças de pedágio no Estado; Na região de Rio Preto, serão sete novas praças (tomwieden por Pixabay)

Estado prevê a implantação de 10 novas praças de pedágio no Estado; Na região de Rio Preto, serão sete novas praças (tomwieden por Pixabay)

O programa de concessão de rodovias do governo João Doria (PSDB) anunciado na primeira audiência pública realizada em São Paulo, nesta quinta-feira, 21, prevê a implantação de 10 novas praças de pedágio no Estado. Na região de Rio Preto, são sete novas praças: Cedral, Guapiaçu, José Bonifácio, Severínia e três pedágios no entorno de Barretos. O Estado não informou os valores das tarifas – atualmente, a praça de pedágio de Catiguá, perto de Catanduva, cobra R$ 17,60 por veículo leve, nos dois sentidos da rodovia Washington Luís (SP-310). É o único pedágio em rodovia estadual na região.

As novas concessões e renovações compreendem 1.022 quilômetros em 13 rodovias paulistas. Atualmente, há dez praças de pedágio nos trechos das rodovias incluídas no programa. Com o novo plano serão 20 pedágios.

As concessões vão cortar 49 cidades, com previsão de investimentos de R$ 11,9 bilhões em 30 anos, prazo dos novos contratos. O pacote também prevê a 3ª faixa da Washington, entre Mirassol, Rio Preto, e Cedral. Este trecho atualmente está a cargo da Triângulo do Sol, que deve ter o atual contrato prorrogado. A lista ainda tem duplicações na Assis Chateaubriand (SP-425), na região de Olímpia. As novas concessões estão previstas para serem oficializadas final de 2022.

O mapa com as novas praças de pedágio foi apresentado pela primeira vez pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado (Artesp), autarquia do governo estadual. Na região, o pacote prevê uma praça de pedágio no quilômetro (km) 421 da Washington Luís, próximo à base da Polícia Rodoviária de Cedral, depois da primeira entrada para a cidade, sentido Rio Preto –Catanduva. Ainda na Washington, a nova concessão prevê um novo pedágio no município de Araraquara, no km 255.

Na região de Barretos, haverá quatro novos pontos de cobrança. Na rodovia Assis Chateaubriand, entre Rio Preto e Olímpia, a praça de pedágio será no km 168. A praça vai ficar depois de Guapiaçu para o motorista que seguir sentido Rio Preto/Olímpia. Na mesma estrada, o programa prevê cobrança também no km 127, na divisa de Olímpia com Barretos, e no km 81 entre Barretos e Guaíra. O pacote também prevê pedágio entre Barretos e Colômbia, no km 449 da rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326).

Outra praça de pedágio será instalada no km 421 da rodovia Armando Salles de Oliveira (SP-322), entre Cajobi e Monte Azul Paulista. A estrada liga Icem às cidades de Severínia e Bebedouro. Ainda na região de Rio Preto, terá pedágio na rodovia Assis Chateaubriand no km 251 da estrada,  na altura de José Bonifácio. O programa ainda inclui pedágios no km 308 (divisa de Penápolis e Braúna) e km 367 (Rinópolis) da rodovia.

Segundo o diretor-geral da Artesp, Milton Roberto Persoli, a previsão de pedágios é fruto da primeira análise do programa. "Estamos trazendo esses novos pedágios para trazer um equilíbrio a essa concessão. É uma contrapartida obrigatória. Não é a redação final, essa previsão pode ser alterada. Este é apenas o primeiro cenário apresentado para os 30 anos de concessão", disse.

Segundo o diretor, o programa prevê desconto de 5% no valor do pedágio para motorista que usa TAGs (Pagamento automático) e desconto progressivo para usuários frequentes das estradas. "Com descontos de até 80% no valor da tarifa", disse Persoli.

Audiências

As audiências seguem na segunda-feira. 25. Pela manhã, o debate será em Barretos. Também na segunda, o programa será apresentado em Rio Preto, a partir das 15h, no Teatro Municipal Nelson Castro (avenida Feliciano Sales Cunha, 1.020, no Jardim Novo Aeroporto).

Investimentos previstos com as concessões

Região de Rio Preto

  • R$ 3,5 bilhões de investimentos
  • 33 quilômetros de duplicações (Assis Chateaubriand entre Rio Preto e Olímpia) – R$ 176 milhões
  • 3ª faixa da Washington Luís entre Mirassol e Cedral – R$ 551 milhões
  • 22 dispositivos – R$ 120 milhões para alças de acesso, por exemplo
  • Três pedágios – Cedral (Washington Luís) e Guapiaçu (Assis Chateaubriand) e Severínia rodovia Armando Salles de Oliveira

 Região de Barretos

  • R$ 3 bilhões de investimentos
  • 102 quilômetros de duplicações (rodovia Brigadeiro Faria Lima, entre Colômbia e Barretos e trechos da Assis Chateuabriand entre a cidade e Guaíra) – R$ 547 milhões
  • Três pedágios – Divisa de Olímpia com Barretos e entre Barretos e Guaíra (Assis  Chateuabriand) e entre Barretos e Colômbia (rodovia Brigadeiro Faria Lima)

 Região de Penápolis (José bonifácio)

  • R$ 2 bilhões de investimentos
  • 73 quilômetros de duplicações (Assis Chateaubriand) – trecho no município de José Bonifácio e outros dois na região de Presidente Prudente – investimento de R$ 392 milhões
  • Um pedágio - na altura de José Bonifácio (outros dois no restante trecho da Assis Chateuabriand)

 Fonte: Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado (Artesp)

Pacote tem duplicações e 3ª faixa na Washington Luís

Trecho da Washington Luís entre Mirassol e Rio Preto, que terá obras

O programa de concessão prevê R$ 3,5 bilhões de obras para a região de Rio Preto. A construção da 3ª faixa da rodovia Washington Luís (SP-310), entre Mirassol e Cedral está incluída no pacote, junto com a construção de três novas passarelas, com custo de R$ 551 milhões. O programa prevê R$ 176 milhões para duplicação de 33 quilômetros da rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), entre Rio Preto e Olímpia - atualmente, há duplicação até Guapiaçu. O programa também incluiu melhorias em trechos da rodovia Comendador Pedro Monteleone, entre Catanduva e Bebedouro.

Na região de Barretos, a previsão do programa é investir R$ 3 bilhões – R$ 547 milhões para duplicar 102 quilômetros R$ 62 milhões para como alças de acessos. O trecho da rodovia Armando Salles de Oliveira (SP-322) entre Olímpia e Bebedouro será duplicado. Haverá duplicação também em trecho da Assis Chateaubriand entre Barretos e Guaíra, e duplicação da rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326), entre Colômbia e Barretos. Na rodovia Assis Chataubriand no entorno de Penápolis, o que inclui José Bonifácio, serão R$ 2 bilhões para obras, sendo em R$ 392 milhões para 72 quilômetros de duplicações.

Na modalidade de concorrência internacional, as concessões serão feitas pelo critério de maior valor de outorga – as concessionárias que oferecerem o maior valor vencerão o leilão. Os valores das outorgas (que deverão ser pagos pelas concessionárias) não foram divulgados. Pelo cronograma, o edital deve ser lançado em fevereiro de 2022, após as audiências e consultas públicas. Já o leilão, está previsto para junho do próximo ano, com assinatura de contrato em dezembro.

O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB), disse que a garantia da 3ª faixa “é a melhor notícia”. Sobre os pedágios, Edinho disse que vai aguardar a audiência. “Se for o caso, vou propor mudanças de local para não prejudicar os municípios do entorno”.

O prefeito de Olímpia, Fernando Cunha (PSD), informou que só vai pronunciar depois de participar de audiência na região. Procurado, o prefeito de Cedral, Ricardo Beolchi De Lucas (Cidadania) não se manifestou. (FP)

Veja os locais das praças de pedágios

Washington Luís (SP-310)

  • km 255 - Araraquara
  • km 421 - Cedral

Attilio Balbo (SP-322)

  • km 421 - Divisa Cajobi-Monte Azul

Brigadeiro Faria Lima (SP-326)

  • km 449 - Divisa Barretos-Colômbia

Assis Chateaubriand (SP-425)

  • km 81 - Divisa Barretos-Guaíra
  • km 127 - Divisa Barretos-Olímpia
  • km 168 - Guapiaçu
  • km 251 - José Bonifácio
  • km 308 - Divisa Penápolis-Braúna
  • km 367 - Rinópolis

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por