SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUINTA-FEIRA, 11 DE AGOSTO DE 2022
NEGÓCIOS

Redes sociais são importantes ferramentas para os negócios em Rio Preto

Resultados para empresas são mais vendas, clientes e imagem fortalecida

Núcleo Digital
Publicado em 02/07/2022 às 19:04Atualizado em 03/07/2022 às 08:53

Criadas com o intuito de promover maior interação entre as pessoas, as redes sociais se tornaram uma excelente ferramenta para negócios no mundo todo. Estudo sobre varejo da consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC) mostra que cerca de 77% dos brasileiros revelaram que comentários em publicações nos perfis de empresas e anúncios nas mídias sociais influenciam nas decisões de compra tanto em lojas físicas quanto em virtuais.

Atualmente, a presença de perfis cooperativos em diferentes redes sociais é quase uma obrigação para o empresário que inicia sua jornada no mercado em busca da captação de clientes e consolidação da marca. Na região de Rio Preto não é diferente. Helen Tresso, proprietária da Casa de Carnes Raiane (@casadecarnes_raiane), não tinha conhecimento do poder que a internet poderia trazer ao negócio quando o inaugurou.

“Eu não tinha noção do quanto é importante. Hoje, com o açougue e o investimento nas redes, vejo a dimensão, já que 50% dos clientes nos conheceram através das divulgações dos nossos produtos nas redes sociais”, conta ela.

Para aqueles que possuem empreendimentos já consolidados, a divulgação dos serviços no mundo virtual pode expandir o fluxo de vendas, mas, principalmente, aumentar cada vez mais o reconhecimento da empresa perante o mercado, como conta Deise Donizete, gerente de marketing e pessoas da Benitez & Ramos (@benitezeramos), loja de ferramentas e parafusos de Rio Preto.

“Além do crescimento orgânico em mais de 200% nas redes, tivemos maior alcance e engajamento, ou seja, mais pessoas conhecendo a empresa, falando sobre ela e interagindo diretamente com a gente. Nosso funil de vendas ficou bem definido e passamos a gerar leads qualificados, pessoas que realmente tinham interesse nos produtos. A partir disso expandimos e crescemos. Hoje, além da loja física, temos um e-commerce, além de estarmos presentes nos principais marketplaces”, explica a especialista em marketing.

Resultados

Referência em bolos, doces e salgados em Rio Preto, Luanne Gianjoppe, sócia-proprietária da Doçura Doceria (@docuradoceria), notou uma crescente instantânea nos números de pedidos após o investimento nos perfis e em estratégias de marketing digital.

“É possível notar um retorno quase que imediato. A divulgação de produtos tradicionais chega até uma grande quantidade de pessoas, uma quantia muito maior do que a que passa em frente a loja, por exemplo. Isso está ligado diretamente a um aumento na procura e vendas. Outra consequência do uso das redes sociais é o aumento do delivery, muito por conta da pandemia, que permanece até hoje”, diz a empresária.

Luanne também aproveitou o sucesso para divulgar as novidades da Doçura apenas através das redes, como estratégia. “Hoje em dia a comunicação diária e a divulgação de novos produtos são sempre feitos por meio de nossos perfis. Em épocas sazonais, como a Páscoa, uma publicação de novos produtos gera, quase que imediatamente, a procura por maiores informações e, consequentemente, resultam nas vendas”, completou.

Investimento que gera conexão direta

Para Dhiego Bochio, diretor de marketing da Móveis Casa Verde (@redemoveiscasaverde), o trabalho com as redes sociais serviu para que a empresa, que possui ampla experiência em venda de móveis na região, se conectasse com o cliente a fim de realizar melhorias necessárias em setores do empreendimento.

“As mídias sociais permitiram que nossa empresa mostrasse aos consumidores um lado mais humano para que, dessa forma, conseguíssemos atrair a confiança e respeito de nossos clientes. Seja usando uma imagem impactante ou um vídeo mostrando a realidade, esse formato nos permitiu atingir o público certo. Assim, extraímos informações valiosas que podem ser utilizadas para melhorar a empresa como um todo”, explica.

Outro empreendimento que aderiu às redes sociais como investimento nos negócios foi a Peconvet (@peconvet), loja de vitaminas e suplementos para pets. Nathália Pena, sócia-proprietária da empresa, afirma que as informações obtidas através do feedback online auxiliam na maneira de tocar o negócio, já que a demanda de produtos fica mais clara.

“Quando se investe em publicidade e marketing digital, cada dado obtido é importante e fundamental. A medida que entendemos o que atrai e quem são as pessoas que realmente consomem os conteúdos e os produtos que oferecemos, podemos nos adaptar para evoluir cada vez mais conforme a necessidade do público que buscamos atingir. Dessa forma, melhoramos a interação e satisfação dos nossos clientes e colaboradores”, explica Nathália.

Ana Lúcia Rozan, franqueada da Sodiê Doces (@sodiedocesriopreto) em Rio Preto, decidiu criar um perfil para sua unidade no Instagram depois de várias cobranças e após sentir a necessidade de acompanhar o mercado conforme ele evoluía. “O que levou a empresa a investir inicialmente nas redes sociais foi a necessidade de interagir com os clientes, divulgar os produtos e também prospectar novos consumidores. Inicialmente foi desafiador, inovador, mas, quanto mais divulgamos, sentíamos uma proximidade com nossos clientes. Muitos chegavam na loja e perguntavam ‘você tem aquele bolo que foi postado no Instagram?’ - minutos depois da postagem. Isso é maravilhoso”, conta a empresária.

Com os resultados falando por si só, a utilização das redes sociais como ferramenta de negócios atrai empresários de todos os segmentos do mercado, porém, o responsável pelos perfis deve atentar-se às estratégias escolhidas em função do objetivo traçado.

Daniela Penharvel, empresária franqueada da Cheirin Bão (@cheirinbaoredentora), no bairro Redentora, em Rio Preto, conta que definiu uma estratégia de divulgação de negócios online bem clara, a fim de que as campanhas realizadas consigam atingir a meta desejada.

“Decidimos investir por ser uma forma de atingir um público mais amplo, com possibilidade de segmentar o público-alvo por faixa etária e gênero. As redes sociais são hoje um meio mais efetivo de atingir o consumidor final, seja pelo impacto direto ou pela indicação. Queremos o número de seguidores de 840 para 1,2 mil, o engajamento com os posts e, claro, as vendas e faturamento, especialmente no horário de almoço, que é uma faixa temporal ociosa”, explica ela.

Perfis de relevância

Criados pelo Diário da Região no Instagram em janeiro de 2021 e com mais de 60 mil seguidores combinados, os perfis Diário Promo (@diariopromo) e Diário Gourmet (@diariogourmet.rp) já ultrapassaram a marca de mil publicações indicando as melhores promoções, comparativos de preços e dicas gastronômicas de Rio Preto e região.

Com produtos de grandes marcas como a Padaria Zappa’s (@clubzappas), Petshop MyDog (@mydogriopretoshopping), BR Importx (@brimportx), Pizzaria Bella Capri (@bellacapririopreto) e Crossfit Indoor (@crossfitindoor) também anunciados nos perfis e possuindo desempenhos significativos, a eficiência do modelo de negócio através das redes sociais é comprovada a cada clique e visualização.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por