SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEXTA-FEIRA, 12 DE AGOSTO DE 2022
CUSTO

Caixa eleva taxas de juros do financiamento imobiliário

A nova taxa da linha corrigida pela TR entrou em vigor dia 23 de novembro e aparece no site da Caixa

Agência Estado
Publicado em 03/12/2021 às 22:16Atualizado em 04/12/2021 às 07:34
Caixa Ecônomica Federal

Caixa Ecônomica Federal

Após segurar as taxas de juros do financiamento imobiliário pela maior parte do ano, mesmo com a decaída da economia brasileira, a Caixa Econômica Federal, enfim, subiu o sarrafo. O intervalo da taxa cobrada da linha corrigida pela Taxa Referencial (TR) – que representa a grande maioria dos empréstimos – aumentou da faixa de 7% a 8% ao ano para 8% a 8,99% ao ano. Considerando o ponto médio da taxa, a prestação de um financiamento de R$ 300 mil aumentará de R$ 2.646,81 para R$ 2.879,78. A nova taxa da linha corrigida pela TR entrou em vigor dia 23 de novembro e aparece no site da Caixa. A página não informa, no entanto, que os reajustes aconteceram, nem traz comparativos. Os dados anteriores foram coletados pela reportagem em outubro junto à assessoria de imprensa do banco.

A linha de crédito imobiliário corrigida pela Poupança continua com taxas a partir de 2,95%. Em outras linhas, houve reajustes nos últimos meses. No caso da linha atrelada ao IPCA, houve um pequeno aumento no piso, subindo de 3,55% a 4,95% para 3,95% a 4,95% ao ano. A modalidade de financiamento com taxa fixa foi a que mais avançou, saindo de 8,25% a 9,75% para 9,75% a 10,75% ao ano.

Apesar da disparada dos juros futuros neste ano, o presidente do banco estatal, Pedro Guimarães, repetiu várias vezes que não subiria os juros do crédito imobiliário.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por