SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 14 DE AGOSTO DE 2022
BENEFÍCIO

Bradesco não vai operar empréstimo consignado do Auxílio Brasil

Com o empréstimo consignado, o beneficiário do Auxílio Brasil pode comprometer boa parte do valor recebido do governo

Agência Estado
Publicado em 06/08/2022 às 02:05Atualizado em 06/08/2022 às 10:00
Aplicativo auxílio emergencial; 375 devolveram recurso à União (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Aplicativo auxílio emergencial; 375 devolveram recurso à União (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O presidente do Bradesco, Octavio de Lazari Junior, disse nesta sexta-feira, 5, que o banco não deve operar o empréstimo consignado do Auxílio Brasil, liberado pelo governo federal nesta semana. De acordo com ele, como o benefício é transitório, o crédito tem maior risco.

“Nós entendemos que é melhor não operarmos essa linha”, disse ele, em coletiva de imprensa para comentar os resultados do banco no segundo trimestre, divulgados na quinta-feira, 4. “Entendemos que essas pessoas terão mais dificuldade quando esse benefício cessar.”

Com o empréstimo consignado, o beneficiário do Auxílio Brasil pode comprometer boa parte do valor recebido do governo. Diante do risco de reajustes futuros do valor, o Bradesco decidiu não realizar empréstimos vinculados ao benefício. Pela Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Kamikaze, o Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago no próximo dia 9 e vence em dezembro deste ano.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por