SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SÁBADO, 04 DE DEZEMBRO DE 2021
ECORI ENERGIA SOLAR

Mirassol Futebol Clube investe em energia solar e tem economia de mais de R$ 200 mil

Conteúdo patrocinado por Ecori Energia Solar
Publicado em 25/11/2021 às 10:11Atualizado em 25/11/2021 às 11:04
O CT do Mirassol Futebol Clube instalou painéis de captação de energia solar fotovoltaica e conquistou uma economia superior a R$ 200 mil em eletricidade (Divulgação)

O CT do Mirassol Futebol Clube instalou painéis de captação de energia solar fotovoltaica e conquistou uma economia superior a R$ 200 mil em eletricidade (Divulgação)

Desde abril deste ano, o Mirassol Futebol Clube instalou painéis de captação de energia solar fotovoltaica no Centro de Treinamento dos jogadores. A decisão fez parte do investimento que o clube vem fazendo em melhorias de longo prazo. 

“O Mirassol realizou um investimento muito alto na estrutura do CT. O nosso maior objetivo é a revelação de novos jogadores. Com isso, decidimos construir em 2021 mais 14 apartamentos. Quando realizamos a projeção de custo fixo com esta nova estrutura, percebemos que a maior participação seria em energia elétrica. Esse foi o empurrão final para realizar nosso sonho em implementar energia solar. Com esta decisão, fomos buscar a melhor solução e atendimento do mercado”, disse o presidente do clube, Edson Ermenegildo. 

E o investimento já se fez valer logo no início. Para se ter uma ideia, antes de aderir à energia solar, o clube tinha um custo médio mensal de energia elétrica de R$ 17.456. No primeiro mês, a conta de luz foi para R$ 329. No ano, a economia gera em torno de R$ 205 mil. 

O clube teve uma redução significativa no custo médio mensal de energia elétrica: de R$ 17.456 para R$ 329 já no primeiro mês (Divulgação)

De acordo com o presidente, com o investimento em painéis solares, o Mirassol reforça três pilares da gestão do clube: planejamento de longo prazo, investimento em uma fonte de energia sustentável e redução de custos. Para a instalação do sistema de energia solar no CT, o Mirassol investiu R$ 299.900. O retorno sobre o investimento (payback) pode acontecer em até quatro anos, considerando um valor sem financiamento. Se fosse financiado, o retorno seria previsto em até cinco anos. No CT do Mirassol, a instalação do sistema foi realizada pela EnerGiu Energia Solar. 

“O Mirassol é um clube conhecido nacionalmente por apoiar projetos sustentáveis. Durante muitos anos, no período antes da pandemia, realizamos, junto a parceiros diversos, jogos em que o valor do ingresso era a troca de duas garrafas PET. A iniciativa foi fantástica, a população/torcida apoiou o projeto e chegamos a colocar 12 mil torcedores em um jogo. Sendo assim, somente em um dia tiramos 24 mil garrafas PET de circulação, evitando poluição ao meio ambiente e conscientizando a população”, enfatiza Ermenegildo. 

A economia gerada com a instalação de painéis de energia solar fotovoltaica é para investir na contratação de jogadores para o time profissional e cada vez mais melhorar a estrutura dos jogadores da base. “Com o projeto da energia solar, tivemos um investimento alto em curto prazo, mas pensando em longo prazo nos permite ter um fluxo de caixa melhor para tomar decisões de contratação de jogadores, e isso é fundamental quando temos calendário anual como é nosso caso hoje (Paulistão e Brasileiro Série C)”, diz o presidente. 

A experiência com a energia solar fez com que os colaboradores do clube também olhassem com outros olhos para a questão não apenas de economia de energia, mas também na sustentabilidade. Para Ermenegildo, este é um tipo de investimento que vale a pena tanto no profissional, quanto no pessoal. “Fizemos o investimento, buscamos o melhor parceiro e mesmo assim nos assustamos quando chegou a primeira conta de energia. Foi uma experiência fantástica quando nosso departamento nos informou do resultado. Empresa que planeja no longo prazo sabe que reduzir custo fixo é fundamental, e com os constantes aumentos em energia elétrica, instalar energia solar deixa de ser supérfluo e se torna essencial”, comenta Ermenegildo.

Foram usados 128 painéis de 535W da JA Solar e 32 microinversores QS1A da APsystems, proporcionando uma potência de 68,48 kWp (Divulgação)

Os painéis usados 

A empresa responsável pela instalação e manutenção dos painéis solares do Mirassol é a EnerGiu Energia Solar, que revende soluções distribuídas pela Ecori Energia Solar. Giuliano Ovidio, especialista responsável pela empresa e pela execução do projeto, diz que no Centro de Treinamento do Mirassol foram usados 128 painéis de 535W da JA Solar e 32 microinversores QS1A da APsystems. Este conjunto tem uma potência de 68,48 kWp. 

Investimento que vale a pena 

Outro mito que cai por terra quando vemos este caso do Mirassol é sobre o valor do investimento. Pelo fato do sistema de energia solar fotovoltaica ser considerado um bem durável, de mais de 25 anos, é tido como um investimento. Desta forma, para incentivar e facilitar a aquisição de painéis de captação de luz do sol, há diversas linhas de financiamento de energia solar disponíveis em bancos públicos e privados. Assim, por meio do financiamento é possível, por exemplo, optar por pagar a parcela com a própria economia gerada na conta de luz. 

Para saber mais sobre energia solar fotovoltaica, entre em contato com a Ecori Energia Solar pelo WhatsApp: (17) 99207-0590

Com a implantação de placas solares empresas conquistam efetivamente economia em energia (Divulgação)
 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por