SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEGUNDA-FEIRA, 16 DE MAIO DE 2022
TEATRO PARA CRIANÇAS

Cia. Apocalíptica estreia dois espetáculos em Rio Preto

‘O entregador de queijos e outros mamulengos’ terá sessão hoje no Plaza

Francine Moreno
Publicado em 14/05/2022 às 17:54Atualizado em 15/05/2022 às 09:56
Boneco do espetáculo ‘O entregador de queijos e outros mamulengos’ (Divulgação)

Boneco do espetáculo ‘O entregador de queijos e outros mamulengos’ (Divulgação)

A Cia. Apocalíptica, liderada por Lawrence Garcia, estreia neste domingo, 15, o espetáculo “O entregador de queijos e outros mamulengos”, uma montagem que recorre ao teatro de mamulengo, uma forma popular e tradicional de teatro de bonecos no País, que tem suas origens no nordeste brasileiro. A apresentação gratuita terá início às 15h30, no Plaza Avenida Shopping, dentro do projeto Plaza Kids.

O espetáculo tem direção de Weslley Luar, que mantém uma pesquisa permanente em torno do teatro de mamulengo. Integrante da Cia. Apocalíptica desde 2020, Luar explica que se apaixonou pela linguagem em 2012, quando trabalhou com o grupo Pau de Fita, de Maringá, que foi fundado pelo mestre mamulengueiro Leonil Lara e Sueli Souza. Os dois são referências históricas do teatro de mamulengo no Brasil. O teatro de mamulengo, inclusive, foi tema de sua dissertação de mestrado de Luar.

Para o artista, dirigir o espetáculo é uma forma de retribuir e homenagear os artistas Leonil Lara e Sueli Souza, que compartilharam toda a teoria e prática do teatro de mamulengo com o diretor entre 2012 e 2020. Para produzir “O entregador de queijos e outros mamulengos”, o diretor selecionou duas cenas de um espetáculo do grupo Pau de Fita: uma é o Entregador de queijos e a outra é João vence os Fantasmas. “As adaptações das duas cenas resultou no espetáculo que vai estrear neste domingo”

O diferencial do teatro de mamulengo, segundo Weslley Luar, é que ele é uma linguagem totalmente brasileira. Trata-se de um teatro de bonecos nordestino que traz muita brincadeira e interação com a plateia. O público praticamente participa do espetáculo e faz a peça acontecer. O teatro mamulengo é um espetáculo muito ágil. Uma das teorias revela que o nome surgiu da mão molenga, ideal para dar movimentos vivos ao boneco. Os manipuladores são chamados de atores brincantes.

Além do próprio diretor, o elenco de “O entregador de queijos e outros mamulengos” é formado pelos brincantes Fernanda Missiaggia e Tiago Augusto Lima. Em uma das duas histórias que são contadas, a missão do público é proteger um queijo gigante deixado por um simpático entregador do ataque dos ratos, o que garante bastante confusão e riso. A outra história traz uma aventura vivida pelas crianças João e Maria. O menino tem como missão vencer uma bruxa e dois fantasmas que andam tirando o sono da garotinha, contando, claro, com a ajuda da plateia.

Tema delicado

A segunda novidade da Cia. Apocalíptica é “Chapeuzinhos”, que vai estrear no dia 22 de maio, às 15h30, também no Plaza Avenida. Com dramaturgia e direção de Lawrence Garcia, a peça teatral recorre à clássica fábula de Chapeuzinho Vermelho e outras histórias que nasceram a partir dela para falar sobre um tema delicado: o abuso infantil. A história apresentada na peça tem como foco a prevenção, recorrendo à fantasia e ao lúdico para sensibilizar as crianças sobre o assédio, abuso ou violência infantil.

Em “Chapeuzinhos”, o conhecido Lobo Mau personifica a figura do abusador, envolvendo a protagonista numa teia de insinuações que a fazem identificar a possibilidade de um abuso e a buscar ajuda dos serviços de proteção à criança e ao adolescente, como o Disque 100. O elenco do espetáculo conta com Fernanda Missiaggia, Mayara Martinelli, Marcela Galhardo e Tiago Augusto Lima.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por