SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SÁBADO, 25 DE SETEMBRO DE 2021
LÍNGUA PORTUGUESA

Museu defende o uso de linguagem neutra

Agência EstadoPublicado em 23/07/2021 às 22:18Atualizado há 23/07/2021 às 22:20
Museu da Língua Portuguesa reabre no dia 31 deste mês (Divulgação)

Museu da Língua Portuguesa reabre no dia 31 deste mês (Divulgação)

Um post publicado no dia 12 pelo Museu da Língua Portuguesa no Twitter provocou uma discussão sobre a aceitação de novos termos. No post, o museu, que reabre no dia 31, trata do uso da vírgula que, apesar de representar “uma pausa ligeira, respiro”, é também “um chamamento para todas, todos e todes os falantes, ou não, do nosso idioma”.

O uso da palavra “todes”, nova forma neutra de gênero gramatical sem definição de gênero (masculino e feminino) e que permite a inclusão de pessoas não-binárias, provocou muitas críticas. “Mudança em idioma tem que ser uma coisa natural e orgânica, não pode ser imposta e forçada”, escreveu uma usuária.

Sobre o assunto, a instituição declarou, em comunicado: “Desde sua fundação, em 2006, o Museu da Língua Portuguesa se propôs a ser um espaço para a discussão do idioma, suas variações e mudanças incorporadas ao longo do tempo. Sempre na perspectiva de valorizar os falares do cotidiano e observar como eles se relacionam com aspectos socioculturais, sem a pretensão de atuar como instância normatizadora. Nesse sentido, o Museu está aberto a debater todas as questões relacionadas à língua portuguesa, incluindo a linguagem neutra, cuja discussão toca aspectos importantes sobre cidadania, inclusão e diversidade”.​​​​​​​

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por