SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUARTA-FEIRA, 18 DE MAIO DE 2022
O INVISÍVEL

Walter Merlotto lança livro de poesias

Premiado e reconhecido no País, autor se sente 'invisível' em Rio Preto

Da Redação
Publicado em 15/01/2022 às 17:49Atualizado em 15/01/2022 às 18:06
Walter Marlotto escreveu a obra em 2020, durante o período de isolamento (Divulgação / Arquivo Pessoal)

Walter Marlotto escreveu a obra em 2020, durante o período de isolamento (Divulgação / Arquivo Pessoal)

Com 40 anos de carreira e sete obras literárias publicadas, o escritor rio-pretense Walter Merlotto, 64, lança seu novo trabalho, pela editora Penalux: “O Invisível”, com mais de 60 poesias inspiradas no seu olhar poético de ver o mundo. “O leitor que adquirir o meu livro notará que esse poeta não burila em seus versos, que desnudo minha alma em cada poema”, poetiza Merlotto.

O autor começou a trabalhar nos versos dessa obra em 2020, quando ainda estava em período de isolamento social. Ele conta que, até então, o nome do livro seria “Aldrava”, fazendo referência a uma antiga fechadura que seria ‘aberta pelo leitor’ para contemplar os poemas. Porém, quando estava finalizando o exemplar resolveu mudar o título após uma conversa sincera com um amigo que também é poeta.

“Estava trocando uma ideia com o escritor Cleber Falchetti, quando comentou que, mesmo eu sendo um autor premiado, reconhecido nacionalmente, em Rio Preto eu ainda não tinha conquistado visibilidade. Nesse momento, resolvi considerar o nome de um poema que já tinha feito e o coloquei como título do livro também. Então, o nome ‘O Invisível’ vem brincar com essa questão das pessoas da minha cidade não conhecerem meu trabalho de perto, de eu ainda ser meio ‘invisível’ por aqui”, explica.

Merlotto acumula diversos prêmios e homenagens, entre eles o Troféu Professor Nelson Castro de Poesia (de 1999), o Prêmio Norberto Buzzini de Poesia (de 2006 e 2007) e o segundo lugar no Prêmio Mundial de Poesia Nósside, na Itália (em 2012).

O autor começou a publicar seus livros de literatura poética a partir dos anos 90. O primeiro foi “Noites claras” (1990), seguido por “Folhas brancas” (1998), “Refém de mim” (2001), “Vírus” (2009), “Inoxidável” (2013) e “A última voz” (2020). “A poesia é a mãe da literatura. E escrever poemas é um desafio que me fascina”, conclui.

Serviço

O livro de poesias “O Invisível”, de Walter Merlotto, está disponível no site da editora Penalux, pelo www.editorapenalux.com.br/catalogo-titulo/o-invisivel, no valor de R$ 40. Além disso, os interessados também podem adquirir o exemplar pelo e-mail waltermerlotto@gmail.com.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por