SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 26 DE SETEMBRO DE 2021
PATERMORFOSE

História de rio-pretense com o filho inspira escultura em São Paulo

Obra, que integra a mostra ‘Art of Love’, pode ser conferida em praça de Perdizes

Francine MorenoPublicado em 11/09/2021 às 18:27Atualizado há 12/09/2021 às 08:23

A história de vida do advogado Rodrigo Segantini e do filho Arthur, do Facebook, Instagram e YouTube @tudopelomeufilho, de Rio Preto, inspirou uma das obras da “Art of Love SP 2021”, que é uma das maiores exposições do mundo de arte a céu aberto deste ano. Realizada pela Artery, a mostra conta com mais 69 esculturas grandes e mega coloridas, pintadas por artistas a partir de relatos de personagens reais narrando o amor de diversas formas e espalhadas por pontos de grande circulação de São Paulo.

Inspirada na história da família rio-pretense, a artista e ilustradora Telma Takara customizou a escultura “Patermorfose”, que foi instalada na praça Marrey Júnior, em Perdizes, na zona oeste de São Paulo. “É sempre muito delicado retratar uma história real, porque, de certa forma, nos colocamos no lugar da pessoa e tem um pouco da nossa visão ali. Eu quis retratar o Rodrigo e o Arthur envolvidos num abraço porque é um gesto de amor que mostra o quanto um se apoia no outro para superar todas as dificuldades.”

Usando tinta e caneta posca, Telma explorou uma linguagem simples e lúdica para criar leveza e alegria na peça que tem quase dois metros de altura. A artista também fez desenhos cactos na escultura. “Eles representam uma resistência, um caminho difícil que percorreram. Do outro lado, fiz uma homenagem à Adriana e ao bebê porque, mesmo não presente fisicamente, acredito nessa ligação eterna.”

Rodrigo Segantini conta que ele e o filho Arthur ficaram muito emocionados com a homenagem da Art of Love SP 2021. “Sabemos que nossa experiência de vida inspira muita gente e por isso, para nós, é uma alegria saber que, por meio de uma obra de arte, ela poderá chegar a muito mais pessoas e tocá-las de uma forma ainda mais especial. Temos convicção que o amor é a força que nos impulsiona, que nos motiva e estarmos participando de alguma forma de uma exposição artística na qual esse sentimento tão poderoso é o tema nos orgulha muito.”

O advogado afirma que Telma Takara teve muito respeito ao desenvolver seu trabalho. “Ela tratou nossa vivência com muita sensibilidade. Ela construiu um cenário em que, apesar de retratar as adversidades que enfrentamos, ressaltou o amor que nos une e que permitiu que superássemos todas as dificuldades que se apresentaram em nosso caminho. Telma ainda soube retratar com muito carinho o que houve com minha esposa e mãe do meu filho, bem como o gêmeo que não vingou na gestação do Arthur. Esse cuidado que ela teve conosco, com nossa família, nos deixou muito comovidos e admirados. Realmente, o resultado que ela obteve é uma obra de arte.”

As 70 esculturas da exposição “Art of Love” podem ser conferidas até o dia 31 de outubro em diversos espaços públicos da capital. Em cada uma das esculturas há uma plaquinha com um QR Code que compartilha informações sobre a história em que o artista se baseou, além do making off da sua composição. Ao final da exposição, os corações serão leiloados e 50% do lucro revertido diretamente para causas humanitárias e sociais. Informações: artoflove.art/sp2021/art-of-love.

História

Ao nascer prematuro, Arthur ficou quatro meses na UTI correndo risco de morrer por causa de uma infecção que afetou seu intestino. Seus primeiros anos foram bem delicados por conta dos cuidados com sua alimentação e sua dificuldade em ganhar peso. Quando ele tinha três anos e meio, Adriana, mãe de Arthur, sofreu um acidente e, após um ano e três meses em coma, faleceu. Por meio das redes sociais, o pai decidiu compartilhar as histórias com seu filho, dividir lições e trocar experiências por meio das redes sociais (@tudopelomeufilho). Arthur completou 12 anos na última quinta-feira, 9

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por