SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUARTA-FEIRA, 06 DE JULHO DE 2022
ARTE MODERNA

Jamil Kfouri expõe obras na Galeria Espaço Arte, Cultura & Design em São Paulo

Obras do artista plástico estão expostas no Espaço Arte, Cultura & Design

Salomão Boaventura
Publicado em 17/05/2022 às 21:20Atualizado em 18/05/2022 às 08:27
Jamil José Kfouri é natural de Uchôa (Divulgação)

Jamil José Kfouri é natural de Uchôa (Divulgação)

O arquiteto, paisagista, artista plástico e escultor Jamil José Kfouri inaugurou, no último dia 11, sua exposição individual “Desenho, Traço e Vidro”, na galeria Espaço Arte, Cultura & Design, localizada na capital paulista. A exposição reúne cerca de 40 obras entre desenhos, telas, placas escultórias de vidro e joias de vidro e cristal. Algumas das obras são inéditas.

Anel de prata com gema de vidro (Divulgação)

Nascido em Uchôa, Jamil tem fortes ligações com Rio Preto. Ele participou da elaboração do Plano Paisagístico de Áreas Verdes e do Projeto do Parque Setorial rio-pretense. Desde 1969, o artista mora em São Paulo, onde se especializou em paisagismo.

Jamil conta que buscou inspiração para os desenhos e para as telas em sua atuação profissional no paisagismo, principalmente em temas ligados à natureza. “Meu ponto referencial é uma herança que carrego da flora, como as obras nas quais retrato as helicônias, que são um símbolo da mata atlântica pluvial”, conta.

Obra, produzida com técnica mista, tem forte inspiração na natureza (Divulgação)

Seguindo os traços do modernismo brasileiro, o artista retrata sua pintura com diferentes técnicas. “Comecei a me dedicar ao desenho de plantas que desmontam o realismo e vão para o quase abstrato. Ao apreciar a obra, se você chegar mais perto, verá uma mancha, mas ao se distanciar, é possível notar um vaso com plantas”, destaca o artista.

Além das telas, o artista conta que sempre teve interesse em trabalhar com vidros e similares. Ele busca ter foco na reciclagem, substituindo materiais classicamente considerados preciosos por outros alternativos, como o vidro soprado, utilizado nos objetos decorativos, colares e anéis. “Fiz algumas obras em prata, as joias, pensando na reciclagem. Nesse quesito, comecei a dar valor àquilo que a gente vê o brilho como algo precioso. Assim, em um anel, trouxe no lugar do diamante um pedaço de vidro”, afirma.

Esse anel, que faz parte da atual exposição, também deve circular em mostras que irão ocorrer em outros países. “Esse anel não é simplesmente uma joia. Na verdade, seu significado está em sintonia com nossos tempos. Além de um adorno, o anel mostra que é possível reciclar materiais não tão nobres, mas com brilho semelhante a um diamante, que satisfaz as pessoas” ressalta.

Jamil atua profissionalmente na área do paisagismo desenvolvendo murais escultóricos para jardins, bem como desenhos para revestimentos de piscinas, entre outros trabalhos. Paralelamente ao paisagismo, atua com desenhos em grafite, nanquim, pastel, ecoline, pintura para queima em cerâmica, azulejos, louça, gravura e pintura acrílica e óleo sobre tela, além de joias. Possui vários prêmios dentro e fora do Brasil e já expôs seus trabalhos nos principais centros culturais. O artista pretende trazer a exposição para Rio Preto, mas ainda busca patrocinadores para o evento.

Serviço

Exposição ‘Desenho, traço e vidro’, de Jamil José Kfouri. Até o dia 4​​​​​​​ de junho, no Espaço Arte, Cultura & Design (Rua Caconde 234, no Jardim Paulista, em São Paulo). Informações: (11) 3884-8758. Site do artista: www.jjk.com.br.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por