SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 14 DE AGOSTO DE 2022
NAÏF

Artistas da região de Rio Preto expõem obras em festival cubano

O festival teve início no domingo, 3, e será realizado até 30 de setembro

Francine Moreno
Publicado em 05/07/2022 às 21:16Atualizado em 06/07/2022 às 08:37
Artista plástico Jair Lemos homenageia Carolina Maria de Jesus em obra (Divulgação)

Artista plástico Jair Lemos homenageia Carolina Maria de Jesus em obra (Divulgação)

Dois nomes da arte primitivista da região tiveram obras selecionadas no 41° Festival Internacional del Caribe, em Santiago de Cuba, em Cuba, um dos mais importantes festivais anuais de arte do Caribe: o rio-pretense Orlando Fuzinelli e o mirassolense Jair Lemos. O festival teve início no domingo, 3, e será realizado até 30 de setembro.

A exposição, que conta com as obras de Fuzinelli e Lemos, reúne 53 obras naïfs de 30 artistas do Brasil, que fazem parte do acervo permanente da Barthô Naïf, uma das mais atuantes galerias de arte de Brasília.

“Queremos aproximar nossas raízes e manifestações, e esta é uma grande oportunidade dos artistas naïfs brasileiros se aproximarem dos de Cuba, país muito rico em criatividade e repleto de histórias socioculturais. Esse grupo de naïfs brasileiros representará muito bem o Brasil naquele país”, afirma Odecio Visintin Rossafa Garcia, curador e diretor da Barthô Naïf.

As obras dos brasileiros na exposição, chamada de "Sinergia Poética Brasileira e Arte Naif do Brasil", interpretam passagens de livros clássicos da literatura brasileira, entre eles Jorge Amado e Carolina Maria de Jesus.

O trabalho do jornalista e artista plástico Jair Lemos, por exemplo, faz uma homenagem a Carolina Maria de Jesus, que foi uma das primeiras escritoras negras do Brasil e é considerada uma das mais relevantes para a literatura nacional.

A obra de Jair Lemos, exposta em Cuba, foi escolhida para ilustrar a capa do catálogo do festival cubano. Em 2021, a mesma obra ganhou um dos Prêmios Aquisição no Salão Paulista de Arte Naïf, em São Paulo.

Fuzinelli, que tem uma trajetória de exposições e prêmios no Brasil e exterior, está com a obra “Frases de Parachoques de Caminhão” exposta na mostra. A obra, que pertence à galeria Barthô Naif, que organizou a exposição brasileira, após a exposição, será doada para o festival.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por