SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | TERÇA-FEIRA, 26 DE OUTUBRO DE 2021
NO ESPAÇO LATÃO ARTE

Artista plástica de Rio Preto celebra Frida Kahlo em exposição

Ao todo, 15 artistas vão apresentar a sua interpretação da vida, obra, legado e representatividade da artista

Francine Moreno
Publicado em 17/09/2021 às 22:24Atualizado em 18/09/2021 às 01:57
Obra de arte ‘O sabor da vida’ assinada por Regina Cheida (Divulgação)

Obra de arte ‘O sabor da vida’ assinada por Regina Cheida (Divulgação)

A artista plástica Regina Cheida, de Rio Preto, foi convidada para expor sua arte na exposição “Imperfeita 2.0”, que celebra a artista plástica Frida Kahlo, com curadoria de Adriana Scartaris e produção do Coletivo 284 de Portugal. Ao todo, 15 artistas vão apresentar a sua interpretação da vida, obra, legado e representatividade da artista no Espaço Latão Arte (ELA), em São Paulo.

Na obra chamada “O sabor da vida”, com tamanho de 1,20 x 1,00 metro, Regina usou com suporte uma lona de caminhão usada e remendada. “O público verá uma Frida Kahlo elegantemente vestida, muito feminina e com a boca borrada de batom. Frida foi uma mulher que amou intensamente e foi intensamente amada. Foi amada por Diego Riveira, seu grande amor, mas teve inúmeros outros amores, entre homens e mulheres. Foi amante de Lênin, comunista convicta e uma mulher acima do seu tempo. Acamada durante anos por conta de um acidente de bonde quando jovem, ficou presa à cama, aos corpetes de ferro e as muletas muito tempo, e na cama, com um espelho colocado acima dela, ela pintava.”

Na tela, Regina escreveu frases, como “Libertas Quae Será Tamen”, que é utilizada na bandeira de Minas Gerais e significa “liberdade mesmo que tardia”. “Representa a liberdade da cama, liberdade da vida. O ato libertário de uma mulher muito à frente do seu tempo. A lona de caminhão usada e furada representa suas dores, angústias e solidão”, explica Regina.

Por causa da pandemia e seguindo as regras sanitárias, a mostra será lançada para imprensa neste sábado, 18, na segunda e terça, 20 e 21, para convidados, e na quarta, 22, para o público em geral. A mostra ficará aberta para visitação até o dia 30 de novembro.

“Imperfeita 2.0” é uma exposição de arte que homenageia a mulher através da inspiração Frida Kahlo. “De guerreiras a rainhas, de ativistas a presidentes, de filósofas a cientistas, de artistas a matriarcas, as mulheres deixam uma marca indelével nos diferentes aspectos da cultura, e ajudam a moldar o mundo. As mulheres contribuem para o avanço do conhecimento e a moldar a sociedade como um todo”, diz um trecho do material de divulgação.

Além da força e relevância do tema, o público poderá experimentar a tecnologia de realidade aumentada de forma simples e inclusiva. Uma imersão com imagens e sons que o público poderá levar consigo nos registros individuais das experiências em vídeos interativos gravados, tudo isso no próprio smartphone.

Além de Regina, a mostra conta obras de artistas como Adriana Gambarini, Bernardo Medeiros, Constância Grain, Marcos Anthony e Neto Sansone.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por