SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SÁBADO, 16 DE OUTUBRO DE 2021
À ESPERA DE PROTEÇÃO

Rio Preto tem 6,7 mil pessoas na fila das doses remanescentes

Secretaria de Saúde estima que 14 mil pessoas maiores de 18 anos ainda não iniciaram o esquema vacinal. Dessas, 6,7 mil fizeram cadastro e aguardam na fila das doses remanescentes

Millena Grigoleti
Publicado em 17/09/2021 às 21:02Atualizado em 18/09/2021 às 02:38
Ana Gabriely Norberto da Silva, de 18 anos, ainda não tomou nenhuma dose e está preocupada com a falta de preocupação (Guilherme Baffi 16/9/2021)

Ana Gabriely Norberto da Silva, de 18 anos, ainda não tomou nenhuma dose e está preocupada com a falta de preocupação (Guilherme Baffi 16/9/2021)

Ana Gabriely Norberto da Silva, de 18 anos, não conseguiu tomar a primeira dose de vacina contra a Covid-19 porque estava trabalhando em uma loja. Quando teve folga, as vacinas deste público já haviam acabado. Ela é uma das 6,7 mil pessoas adultas que querem se vacinar, mas esbarram na falta de doses. Rio Preto completou nesta sexta-feira, 17, um mês sem doses para os adultos que ainda não foram imunizados com a primeira dose contra o coronavírus.

A Secretaria de Saúde estima que 14 mil pessoas maiores de 18 anos ainda não tenham iniciado o esquema vacinal. Dessas, 6,7 mil fizeram o cadastro para receber as doses remanescentes. Outras 1.690 já foram chamadas para receber a dose da “xepa”, uma média de 80 por dia.

O município já cobrou o Estado sobre o recebimento de novas doses, tendo inclusive preenchido um formulário sobre o quantitativo que seria necessário. “A gente tem falado frequentemente com o Grupo de Vigilância Epidemiológica (GVE), que é a regional daqui, em relação a esses assuntos de imunização. Eles mesmo solicitaram que preenchêssemos um formulário em agosto sobre a quantidade necessária, eles sabem dessa demanda. Dia 17 de agosto foi o último dia que tivemos vacinas em quantidade para imunizar as pessoas com mais de 18 anos”, diz Michela Dias Barcelos, gerente do Departamento de Imunização de Rio Preto.

"Fiz o cadastro, fui no São Deocleciano umas quatro vezes, na Swift umas duas, no Cidade Norte e no Eldorado”, diz Ana Gabriely, que já teve Covid e passou bastante mal com a doença, por isso se preocupa com a falta de vacina. “Eu trabalho agora como auxiliar de berçarista, tenho bastante contato com as crianças, as aulas retornam segunda-feira.”

O mesmo ocorre com Rafael Neves Martins, estudante de veterinária de 19 anos, que não pôde tomar a vacina no início de agosto, porque estava tomando antibiótico. “No dia seguinte ao término do remédio, fui no posto de saúde e fui informada que ele deveria fazer um cadastro e esperar as doses remanescentes”, conta a mãe dele, a personal trainer Neusa Maria Neves Martins, de 51 anos. O irmão de Rafael, Danton Neves Martins, de 15 anos, já recebeu a primeira dose da vacina, em 1º de setembro. “Sabemos que a vacina é importante para amenizar os efeitos da Covid e evitar as variantes que estão surgindo”, afirma Leila.

Na mesma situação está Flaviana Freitas Leal Telbis, de 41 anos, que foi diagnosticada com o coronavírus na semana em que iria tomar a vacina. “Me sinto muito insegura. Quando tive Covid fiquei muito mal, fiquei internada, ainda estou passando por sequelas, fazendo acompanhamento”, afirma.

O município alega que recebe as grades de imunizantes direcionadas para cada público e deve seguir as determinações do Estado, que é responsável por enviar as doses. Não haveria a possibilidade nem de utilizar a segunda dose destinada aos faltosos, pois elas devem ser reservadas para a conclusão do esquema vacinal.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde disse que Rio Preto recebeu na quinta-feira, 16, mais 8,8 mil doses para aplicação nos públicos vigentes e afirmou que é dever dos municípios “organizar a demanda local e programar eventuais calendários próprios considerando este cronograma estadual.”

Como está a vacinação

Vacinação de adolescentes

Para adolescentes com e sem comorbidades, doses disponíveis das 8h às 14h em unidades de saúde e equipamentos públicos. Para essa faixa etária, somente está sendo utilizada a Pfizer.

Dose de reforço

Adultos imunossuprimidos

Devem ter tomado a segunda dose de qualquer imunizante há pelo menos 28 dias.

Doses disponíveis das 8h às 14h nas unidades de saúde e equipamentos públicos do município e no Shopping Cidade Norte.

Idosos de 80 ou mais

Para quem tiver tomado a segunda dose de qualquer imunizante há pelo menos seis meses.

Doses aplicadas no shopping Cidade Norte, das 8h às 14h, nas Unidades de Saúde, das 8h às 14h, e na Swift, das 8h às 16h (somente por sistema drive-thru, com entrada pela av. Duque de Caxias, pela rua atrás do Clube do Lago).

Acamados

Interessados devem se cadastrar no Portal da Prefeitura, no endereço: www.riopreto.sp.gov.br/vacinacovid, informando nome, CPF, data de nascimento, telefone, endereço, data da segunda dose e a limitação da mobilidade.

Aqueles que não possuem acesso à internet podem entrar em contato com a Ouvidoria da Secretaria de Saúde, pelo telefone 0800 770 5870, ou pelo Disque Saúde no telefone 0800 771 7123, e se cadastrar.

Adultos ainda não vacinados

Para receber doses remanescentes, devem se cadastrar em www.riopreto.sp.gov.br/vacinacovid.

O mapa completo dos locais de vacinação está em www.riopreto.sp.gov.br/mapavacinas

Fonte: Secretaria de Saúde

Dose de reforço em novos grupos

Começa na segunda-feira, 20, em Rio Preto, a aplicação da dose adicional contra Covid-19 em adultos de 18 anos ou mais com alto grau de imunossupressão. Para recebê-la, será necessário apresentar documentos pessoais com foto e CPF, comprovante de residência de Rio Preto, comprovante de vacinação e atestado médico que comprove a condição. A dose adicional só será aplicada naqueles que tenham recebido a segunda dose – independentemente do imunizante – ou dose única há mais de 28 dias.

A partir de segunda-feira, 20, os idosos de 80 anos ou mais que tenham recebido a segunda dose há mais de seis meses também poderão ser revacinados. Para ser vacinado, o idoso deve apresentar documento com foto e CPF, comprovante de residência de Rio Preto e comprovante de vacinação.

Também está sendo aplicada a dose de reforço em pacientes acamados. Interessados devem se cadastrar no Portal da Prefeitura ou ligar para requisitar o serviço. (MG)

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por