SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | TERÇA-FEIRA, 18 DE JANEIRO DE 2022
EM RIO PRETO

Procura por teste gratuito lota Swift no primeiro dia de atendimento

Pacientes relataram espera de até quatro horas no primeiro dia do Centro de Atendimento Respiratório, em Rio Preto

Marco Antonio dos Santos
Publicado em 14/01/2022 às 22:22Atualizado em 15/01/2022 às 07:53
Swift ficou lotada durante todo o dia nesta sexta-feira, 14, no primeiro dia de atendimento (Marco Antonio dos Santos 14/1/2022)

Swift ficou lotada durante todo o dia nesta sexta-feira, 14, no primeiro dia de atendimento (Marco Antonio dos Santos 14/1/2022)

A grande procura por teste rápido gratuito de coronavírus lotou o Centro de Atendimento Respiratório, no Complexo da Swift, nesta sexta-feira, 14, no primeiro dia de funcionamento do local. Teve gente obrigada a aguardar até quatro horas para saber se tinha a doença. A Secretaria de Saúde promete aumentar a equipe para acabar com a demora.

O Centro foi criado pela Secretaria Municipal de Saúde justamente para acabar com as lotações nos postos de saúde. Foram disponibilizados 40 mil testes rápidos, que dão o resultado com cerca de 15 minutos.

A grande demanda foi criada pelo aumento de casos positivos do coronavírus, motivado pela variante Ômicron e pelas aglomerações de fim de ano. De apenas 68 casos divulgados no boletim epidemiológico do dia 23 de dezembro, a cidade saltou para 4.451 casos no boletim desta quinta, 13.

A equipe de 40 profissionais de saúde montada pela Prefeitura para agilizar o atendimento no Centro se mostrou insuficiente na tarde de sexta-feira, quando todas as cadeiras do saguão do prédio ficaram ocupadas, tendo inclusive gente em pé.

Boa parte do público que foi até a Swift era composta de trabalhadores, que chegavam até de uniforme para fazer o teste rápido gratuito.

Para evitar maior lotação do saguão, o segurança terceirizado orientava as pessoas a aguardarem por atendimento na parte externa do prédio.

Apesar da orientação da Prefeitura para as pessoas irem fazer o teste desacompanhadas, a reportagem flagrou até mães acompanhadas de crianças dentro do Centro.

Para sair da Swift com exame negativo de Covid em mãos, Fábio Renato Antonio Pires, 40 anos, ficou das 11 até as 15h23 no local. “O atendimento está péssimo, mal organizado. Tem pessoas passando mal, doentes, com febre, caindo no chão. Não tem médico suficiente para dar conta”, reclamou.

Por outro lado, mesmo após mais de três horas de espera, teve usuários como Gabriel Vieira, 66 anos, que saiu elogiando o atendimento. “Demorou umas três horas e meia. Cheguei por volta das 12h e estou saindo às 15h30. O atendimento é bom, mas pena que é muito demorado. Tem um fluxo muito grande de pessoas”, afirmou.

A dona de casa Durvalina do Amaral, 60 anos, levou dois netos para fazer teste, mas desistiu ao ver o tempo que tinha que esperar. “Meu netos fizeram testes na UPA Norte, mas o resultado não saiu ainda. Viemos aqui para ver se o resultado sai mais rápido, mas é difícil esperar lá dentro. Sem condições. É muita gente doente lá dentro”, disse.

Até o fechamento desta reportagem, a Prefeitura não tinha divulgado a quantidade de pessoas atendidas e de testes positivos.

No início da noite, a Prefeitura emitiu uma nota alterando o horário de encerramento do atendimento da Swift, devido à alta demanda. “Irá fechar os portões às 22h, para que o atendimento possa ser concluído até as 24h. Os pacientes que precisarem de atendimento após esse horário deverão procurar as Unidades de Pronto Atendimento.”

Como funciona

Centro de Atendimento Respiratório na Swift

Local: Avenida Duque de Caxias, em frente ao lago 1 da Represa Municipal

Horário de atendimento: 7h à meia-noite

Todos os dias

Quem pode ir

  • Todas as pessoas com suspeita de coronavírus ou síndromes gripais, exceto crianças

Atendimento exclusivo para moradores de Rio Preto

  • A Saúde aconselha que os pacientes passem primeiro pela telemedicina para chegar encaminhado

Documentos

  • RG, CNH ou carteira de trabalho
  • Carteira de Vacinação
  • Comprovante de endereço

Etapas do atendimento

São dois tipos de atendimentos

  • O primeiro para aqueles que passaram antes pela telemedicina e só serão submetidos ao teste
  • O segundo é para pacientes que não passaram por atendimento antes e necessitam de triagem

Cadastro - dados do paciente

Triagem - checagem de pressão arterial e medição de temperatura corporal

Teste rápido - Resultado sai em 15 minutos

Consulta - Médico verifica o quadro de saúde, para ver se é caso de internação ou liberação

Medicação – Caso haja necessidade

Resultado

  • Se o teste der positivo, o paciente já recebe o atestado para a quarentena
  • Se for negativo, o paciente recebe o atestado de comparecimento

Centro pode ser ampliado

A médica Merab Muniz, diretora técnica do Centro de Atendimento Respiratório de Rio Preto, afirma que o atendimento do local é direcionado para pessoas com sintomas leves gripais e pacientes encaminhados pelo serviço de telemedicina.

“Peço às pessoas que deem prioridade em primeiro entrar em contanto com o serviço de telemedicina, porque assim o atendimento aqui vai ser mais rápido. Ele nem vai passar pela avaliação. Vai direto para o teste rápido”, explica.

A recomendação é para que as pessoas procurem o local a partir do terceiro dia de manifestação dos sintomas, prazo necessário para que a doença seja detectada pelo teste rápido.

No caso das pessoas com sintomas mais graves, a orientação é para que procurem o atendimento emergencial das UPAs, para ser medicado imediatamente. “A equipe está sendo disponibilizada de acordo com a necessidade do serviço. Já estamos autorizados. Com aumento do atendimento, essas equipes podem ser cada vez mais ampliadas. Por exemplo, a equipe médica inicia com três médicos, mas está autorizada a colocar quatro, cinco médicos”, afirma a diretora. (MAS)

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por