SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 14 DE AGOSTO DE 2022
SUCESSO

Funkeiro Mc Kekel e Kondzilla gravam clipe na Favela Marte, em Rio Preto

Veículo Tesla, avaliado em cerca de R$ 600 mil, chamou a atenção

Joseane Teixeira
Publicado em 05/07/2022 às 22:03Atualizado em 06/07/2022 às 08:29
Na sequência, Kondzilla, Mc Kekel e Edu Lyra, encostados em um Tesla, carro avaliado em cerca de R$ 600 mil (Reprodução/Redes Sociais)

Na sequência, Kondzilla, Mc Kekel e Edu Lyra, encostados em um Tesla, carro avaliado em cerca de R$ 600 mil (Reprodução/Redes Sociais)

Um Tesla na Favela Marte. Nesta segunda-feira, 4, os barracos de madeirite e as ruas de terra da antiga Favela da Vila Itália foram cenário para gravação de um clipe do funkeiro Mc Kekel, autor de sucessos como “O bebê” e “Meiota”. O artista é agenciado pela gravadora Kondzilla, atualmente a produtora mais importante do funk brasileiro, responsável por emplacar hits e administrar a carreira de artistas como Kevinho, Lexa e Mc Fioti.

Crianças com astronauta, em alusão ao nome da favela: Marte (Reprodução/Redes Sociais)

A reportagem apurou que o próprio produtor Kond (Konrad Dantas) passou três dias na favela selecionando os cenários de gravação, organizando as equipes e orientando os moradores, especialmente crianças, que participaram das filmagens.

Nesta segunda-feira, com tudo alinhado, o funkeiro Kekel chegou para gravar o clipe. Chamou a atenção a presença de um veículo Tesla, automóvel de luxo, elétrico e de alto desempenho, avaliado em cerca de R$ 600 mil.

Menina brinca com capacete (Reprodução/Redes Sociais)

“Um presente para a Favela, a visita mais importante para a favela até agora. Mc Kekel é uma referência real, de estilo, profissão, cor, tom e música. A figura dele não é tudo que a favela busca alcançar, é tudo, literalmente, que a favela sonha ser”, afirma Amanda Oliveira, CEO do instituto Valquírias World.

“80% das favelas do Brasil possuem até 500 famílias, cenário parecido com a Favela Marte, que tem 240. Então o modelo da Favela 3D é totalmente viável para ser implantado em outros lugares”, completou, sobre o projeto de urbanização do local.

A gravação do clipe é um contrato social firmado com a ONG Gerando Falcões para promoção do projeto Favela 3 D (digna, digital e desenvolvida), aplicado de forma pioneira em Rio Preto e que deverá ser replicado em outros lugares do País a partir da parceira entre poder público, sociedade civil e terceiro setor.

Kekel e o produtor musical Kond passaram a noite em Rio Preto e postaram stories em um restaurante japonês da cidade. O funkeiro embarcou para São Paulo na manhã desta terça-feira, 5.

A reportagem procurou a assessoria de imprensa da produtora Kondzilla, do MC Kekel e da ONG Gerando Falcões, porém, os detalhes sobre a gravação do clipe são mantidos em sigilo.

Desocupação

Onze famílias já desocuparam os barracos e foram levadas para moradias transitórias, custeadas pela ONG Gerando Falcões. A retirada leva em conta critérios de prioridade definidos pelos próprios moradores, como deficientes físicos e mães sem rede de apoio. As casas são alugadas de acordo com a composição familiar, podendo ser quitinete, para quem mora sozinho, ou residência com vários quartos, no caso de famílias com muitas crianças e avós. O teto do aluguel foi definido em R$ 1 mil.

Está prevista a saída de mais 11 famílias na quinta-feira, dia 7.

Por conta da precariedade dos barracos e da situação de pobreza dos beneficiados, eles têm poucos móveis e eletrodomésticos, por isso as mudanças estão sendo realizadas em caminhonetes e carretinhas. Muitos colchões não estão mais em condições de uso.

Por isso, o Instituto Valquírias World está arrecadando móveis e eletrodomésticos que possam ser úteis aos moradores nas novas residências, onde permanecerão por até dois anos. O telefone para doações é (17) 98181-5649.

No período em que estiverem fora, a Favela Marte se transformará em um grande canteiro de obras. A CDHU ficará responsável pela construção das novas moradias e a Prefeitura de Rio Preto, pela infraestrutura, como asfalto, iluminação e saneamento básico.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por