SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 05 DE DEZEMBRO DE 2021
COVID

Com queda de casos, Rio Preto encerra Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus

Segundo a Prefeitura, foram gastos R$ 190 milhões durante a pandemia

Rodrigo Lima
Publicado em 24/11/2021 às 20:20Atualizado em 25/11/2021 às 09:12
Secretário Aldenis Borim durante o anúncio do fim do comitê: tela mostra a queda de casos de Covid em Rio Preto (Guilherme Baffi 24/11/2021)

Secretário Aldenis Borim durante o anúncio do fim do comitê: tela mostra a queda de casos de Covid em Rio Preto (Guilherme Baffi 24/11/2021)

Apesar de considerar que a pandemia contra a Covid-19 ainda não acabou, o prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB), anunciou nesta quarta-feira, 24, o fim do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus. Criado em 11 de março de 2020 – um dia antes do primeiro caso da doença na cidade –, o grupo foi formado por representantes da Secretaria de Saúde, de hospitais e profissionais, que deliberavam sobre medidas para tentar conter a Covid-19 no município.

Durante os últimos 20 meses, o comitê tratou sobre as decisões em relação às medidas de isolamento necessárias na pandemia, ações que afetaram direta e indiretamente a vida dos rio-pretenses.

O secretário de Saúde, Aldenis Borim, presidente do comitê, afirmou que o município recebeu mais de R$ 190 milhões para combater o coronavírus durante o ano passado e em 2021. Ele disse que o governo federal realizou R$ 88,1 milhões em repasses, o governo do Estado mais R$ 12,9 milhões e a Prefeitura investiu R$ 89,9 milhões de recursos próprios. As doações somaram cerca de R$ 104,7 mil.

De acordo com Aldenis, os equipamentos que foram comprados serão incorporados à estrutura das unidades de urgência e emergência na cidade. “A pandemia trouxe muita coisa ruim, mas as unidades de emergência e urgência serão melhoradas. O legado que tivemos de comprar será fundamental para que possam funcionar com monitores, respiradores que não tínhamos suficientes”, afirmou o secretário.

“Gostaria de agradecer o trabalho do Comitê, que nos assessorou durante todo o processo pandêmico, que ainda vigora. Nós tivemos que ser muito firmes e eu gostaria de agradecer a união da minha equipe e também expressar meus sentimentos a todos que perderam seus familiares”, disse Edinho.

O prefeito disse que o desempenho do comitê foi “histórico” e digno de “reconhecimento da população”. “A pandemia não acabou. A doença está sob controle e, por isso, neste momento estamos extinguindo o comitê”, afirmou o secretário.

Edinho destacou a união com os hospitais - públicos e privados -, as instituições (Judiciário, Ministério Público entre outros), os médicos e profissionais de saúde. “Momento para apresentarmos os nossos sentimentos a quem perdeu entes queridos e aqueles pacientes com sequelas. Foi uma grande lição. Um momento dificílimo que vivemos”, afirmou.

Atualmente, Aldenis disse que os números de pessoas vacinadas aponta que a cidade controlou o avanço da doença. Ele se recorda de momentos difíceis desde o início da pandemia. “O começo foi muito difícil. Momento foi dramático. O outro momento ruim foi o oxigênio (medo da falta). O momento bom foi a chegada da vacina”, afirmou o secretário. “O comitê chorava a cada restrição que tinha de fazer ao comércio e a cada morte. Era uma tristeza sem fim ao ver que tinham 20 pessoas mortas por dia”, disse ao enfatizar a importância de completar o ciclo vacinal com a segunda dose da vacina.

Rio Preto chegou a ter médias de 500 novos casos e 20 mortes por dia. Atualmente, a cidade tem 13 novos casos e uma morte. No boletim desta quarta-feira, 24, foram confirmados 13 casos e nenhuma morte.

Histórico

Principais medidas do comitê em Rio Preto:

26/2/2020: confirmado o primeiro caso de Covid no Brasil e primeira suspeita em Rio Preto

11/3/2020: criação do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus para debater e tomar decisões relativas ao vírus

12/3/2020: confirmado o primeiro resultado positivo por coronavírus em Rio Preto

20/3/2020: decreto nº 18.559 declara estado de emergência em Rio Preto

23/3/2020: criação do call center para esclarecimento de dúvidas quando ao coronavírus

23/3/2020: criação de 11 unidades respiratórias distribuídas pelo território do município – sendo uma exclusiva para público infantil – para atendimento exclusivo de pacientes com síndrome gripal leve

26/3/2020: confirmada a transmissão comunitária do  coronavírus em Rio Preto

3/4/2020: divulgação do primeiro óbito por Covid em Rio Preto

19/1/2021: início da campanha de vacinação contra a Covid em Rio Preto

17 a 31/3 de 2021: lockdown em Rio Preto

17/6 a 1/7 de 2021: lockdown noturno em Rio Preto

1º a 11/7 de 2021: flexibilização do lockdown noturno em Rio Preto

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por