SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEGUNDA-FEIRA, 24 DE JANEIRO DE 2022
PANDEMIA

Reino Unido amplia restrições a viagens por preocupação com Ômicron

Todos os passageiros que forem à Inglaterra precisarão fazer um teste de Covid-19 antes do embarque

Estadão Conteúdo
Publicado em 04/12/2021 às 22:01Atualizado em 05/12/2021 às 13:17
 (Divulgação)

(Divulgação)

O governo do Reino Unido apertou as restrições a viagens neste sábado, 4, afirmando que todos os passageiros que forem à Inglaterra precisarão fazer um teste de Covid-19 antes de embarcar nos seus voos. O secretário de Saúde, Sajid Javid, disse que as novas regras começam a valer nesta terça-feira às 4h da manhã (horário local). "À luz dos dados mais recentes, estamos tomando novas medidas para reduzir a incursão da variante ômicron", afirmou o secretário em publicação no Twitter.

Javid também acrescentou a Nigéria à lista vermelha de viagens do Reino Unido, o que significa que passageiros que chegarem do país serão banidos, exceto em caso de residentes do Reino Unido ou da Irlanda, e estes precisarão se isolar em espaços de quarentena designados. Ele afirmou que há um "número significativo" de casos de Ômicron ligados a viagens à Nigéria, com 27 casos encontrados na Inglaterra.

Também no Reino Unido, o partido trabalhista, de oposição, reclamou à polícia das festas de Natal realizadas pela equipe do primeiro-ministro, Boris Johnson, no ano passado, quebrando regras de isolamento.

EUA

Nos Estados Unidos, o Estado de Nova York anunciou três novos casos da variante Ômicron neste sábado, levando o número total de casos no estado ligados à nova variante para oito. "A variante Ômicron está aqui, e como previsto estamos vendo o início da transmissão comunitária", disse a comissária de Saúde do Estado, Mary Bassett, em comunicado. Fonte: Dow Jones Newswires.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por