SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 05 DE DEZEMBRO DE 2021
PANDEMIA

Prefeitos da região de Catanduva se reúnem e decidem cancelar o Carnaval em 2022

Ao menos 22 cidades da região de Rio Preto já decidiram cancelar o evento no ano que vem

Rone Carvalho
Publicado em 23/11/2021 às 18:32Atualizado em 23/11/2021 às 18:44
Parte dos prefeitos que participaram da reunião nesta terça-feira, dia 23, em Catanduva e decidiram por cancelar o evento (Divulgação/ Prefeitura de Catanduva)

Parte dos prefeitos que participaram da reunião nesta terça-feira, dia 23, em Catanduva e decidiram por cancelar o evento (Divulgação/ Prefeitura de Catanduva)

Ao menos 22 cidades da região de Rio Preto decidiram por cancelar o carnaval em 2022 por conta da pandemia do coronavírus. Nesta terça-feira, dia 23, prefeitos de 17 cidades da região de Catanduva também decidiram por cancelar os tradicionais carnavais de rua do ano que vem. 

Assinaram o documento pela não realização da festa, nesta terça-feira, dia 23, as prefeituras de Catanduva, Santa Adélia, Pindorama, Palmares Paulista, Catiguá, Ariranha, Novo Horizonte, Novais, Tabapuã, Elisiário, Paraíso, Urupês, Marapoama, Irapuã, Sales, Fernando Prestes e Vista Alegre do Alto. Elas se juntam a Potirendaba, Ibirá, Jales, Fernandópolis e Uchoa que também decidiram por não realizar a festa em 2022. 

Segundo o prefeito de Catanduva, padre Osvaldo Rosa, a medida foi adotada pelo receio de uma nova onda de contaminações pela Covid-19 com a realização da festa. “Foi de comum acordo. Todos acharam por bem cancelar. Primeiro, porque a situação da pandemia ainda não está regularizada, segundo pelo respeito as pessoas que perderam os entes queridos, e o terceiro que o atual momento não possibilita que os municípios injetem recursos em um evento desse porte”, disse Rosa.

Apesar da decisão de cancelar o carnaval de rua, o prefeito disse que o documento não vai proibir que clubes possam realizar festas carnavalescas, desde que respeitem os protocolos sanitários previstos no decreto estadual, como exigir vacinação na entrada com ao menos duas doses dos imunizantes contra a Covid-19 de todos os participantes. “A responsabilidade com a vida fez com que a decisão fosse pela não realização do Carnaval de 2022”, afirmou o prefeito de Catanduva.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por