SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | TERÇA-FEIRA, 05 DE JULHO DE 2022
PEDOFILIA

Homem é preso por armazenar pornografia infantil em Catanduva

Suspeito de Catanduva tinha fotos do filho, de 3 anos, pelado no celular

Marco Antonio dos Santos
Publicado em 18/05/2022 às 20:45Atualizado em 18/05/2022 às 21:11
Equipamentos que foram apreendidos na casa de suspeito de Nova Granada (Marco Antonio dos Santos 18/5/2022)

Equipamentos que foram apreendidos na casa de suspeito de Nova Granada (Marco Antonio dos Santos 18/5/2022)

A Polícia Civil prendeu um pedreiro por suspeita de prática de pornografia infantil, em Catanduva. No celular dele, foram encontradas fotos do filho de três anos pelado misturadas com imagens de mulheres nuas. Mais 11 pessoas foram presas em flagrante, na quarta-feira, 18, em todo o Estado, durante a Operação SkyFall feita pela Divisão de Crimes Cibernéticos de São Paulo.

O delegado responsável pela prisão do pedreiro em Catanduva, Wander Luciano Solgon, afirma que, como não foi encontrada prova de que havia compartilhamento da imagem da criança nua, foi arbitrada fiança no valor de R$ 5 mil. Como não houve pagamento, o homem permaneceu recolhido na carceragem da Divisão Especializada em Investigações Criminais (Deic) de Rio Preto. A situação dele será definida nesta quinta-feira, 19, em audiência de custódia.

A prisão do pedreiro foi feita por equipes do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Deic de Rio Preto, que também deteve um homem em Nova Granada, por suspeita do mesmo crime, explica o delegado Fernando Tedde. Com ele foram encontradas imagens de pornografia, mas como não foi encontrado nada relacionado com crianças ele foi liberado, após prestar depoimento. Pen drives, celulares e equipamento de conexão de televisão apreendidos na casa dele vão passar por análise pericial. Caso seja encontrado pornografia infantil, ele será indiciado.

A operação Skyfall teve mais 18 mandados de busca e apreensão cumpridos em São Paulo, Assis, Ilhabela, Porto Ferreira, Sumaré e São Carlos nesta quarta, 18, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

A investigação teve início há 6 meses, no Centro de Inteligência Cibernética e na 4ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Fraudes Patrimoniais Praticadas por Meios Eletrônicos, em parceria com a unidade de inteligência do Deinter-5 de Rio Preto, da Embaixada dos Estados Unidos e do Ministério da Justiça e Segurança Pública, quando agentes detectaram o compartilhamento de conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes, explica o delegado Laércio Ceneviva, que já trabalhou no 3º Distrito de Rio Preto e atualmente trabalha em São Paulo.

“Quando assumi a Divisão, fiz contato com o Deinter-5, e o pessoal tem uma ligação boa nessa área de pornografia infantil. Nós começamos uma força-tarefa e iniciamos as investigações. A primeira etapa começou em fevereiro, com a prisão de um dos maiores responsáveis por compartilhar material pornográfico no País. E agora foi a segunda fase da operação”, afirma o delegado.

O objetivo da operação foi atingir os abusadores sexuais e consumidores que movimentam arquivos de pornografia infantil nas redes, além de apreender dispositivos eletrônicos, como computadores, tablets, pen drives e celulares que possam ter sido usados no crime.

Blitz prende foragido

Suspeito era procurado por abuso sexual cometido no Paraná

A Polícia Rodoviária Federal prendeu um homem de 60 anos, na manhã de quarta-feira, 18, procurado por crime de abuso sexual cometido contra as próprias netas, em Jacarezinho (PR). O foragido foi encontrado durante uma blitz, quando dirigia pela BR-153, próximo de Onda Verde.

O homem conduzia um veículo Fiat/Fiorino quando foi abordado pela PRF. Em consulta aos sistemas criminais, a equipe constatou que havia um mandado de prisão preventiva contra ele, em função de um processo criminal que apura crime de abuso sexual.

A prisão do foragido aconteceu durante uma ação conjunta da PRF, realizada na rodovia Transbrasiliana, em parceria com conselheiros tutelares de Bady Bassitt, para conscientizar os motoristas, principalmente os caminhoneiros, sobre os riscos da exploração sexual infantil nas rodovias. A data foi escolhida em decorrência do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. (MAS)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por