SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | TERÇA-FEIRA, 26 DE OUTUBRO DE 2021
INVESTIGAÇÃO

Foragido da 'saidinha' em Rio Preto é preso no Rio Grande do Norte

Ele foi encontrado com R$ 613 mil em dinheiro, uma pistola automática calibre 45, motocicleta, veículos de luxo, 11 celulares e seis cavalos

Marco Antonio dos Santos
Publicado em 20/09/2021 às 20:23Atualizado em 21/09/2021 às 00:40
Casa do suspeito em Natal, onde foram apreendidos os bens (Divulgação/Polícia Federal)

Casa do suspeito em Natal, onde foram apreendidos os bens (Divulgação/Polícia Federal)

Um foragido do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Rio Preto, que tinha escapado em uma saidinha em 2018, foi preso pela Polícia Federal, em Natal, no Rio Grande do Norte, em posse de R$ 613 mil em dinheiro, uma pistola automática calibre 45, motocicleta, veículos de luxo, 11 celulares e seis cavalos. O homem, que não teve o nome divulgado pelos federais, foi alvo da Operação Audi, que investiga um esquema de tráfico de drogas que usa exportação de frutas tropicais para enviar os entorpecentes para a Europa.

No CPP, o procurado pela Justiça cumpria pena em regime semiaberto, por receptação, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

A investigação da PF começou em junho de 2020, quando a Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordou o foragido, durante fiscalização na BR-320, em Campina Grande, Paraíba, dirigindo um carro que dava cobertura para um caminhão com um contêiner carregado de mangas e que seguia para exportação através do Porto de Natal. Na época, ele não foi preso, porque não tinha nada de errado com a carga, mas a PRF repassou os dados deles para a PF.

Durante a investigação, foi constatado que o motorista do caminhão usava nome falso para ocultar sua condição de procurado pela Justiça. Deste jeito, ele morava em Natal, onde comprou veículos, caminhões e reboques, mas com documentação falsificada.

Com base nas evidências levantadas, a pedido do Ministério Público Federal (MPF), a 2ª Vara da Justiça Federal do Rio Grande do Norte emitiu mandado de busca e apreensão e de prisão temporária do suspeito.

Durante as buscas na casa do suspeito, os policiais apreenderam mais de R$ 613 mil em espécie, uma pistola calibre 45, munições de igual calibre, 11 celulares, motocicleta, veículos de luxo, alguns dos quais zero quilômetro, e seis cavalos de raça.

Depois de confirmar a identidade do suspeito, os policiais federais deram cumprimento ao mandado de prisão expedido pela Justiça de Rio Preto desde a época da fuga, que foi comunicada na segunda-feira, 20, da recaptura do foragido. Ele foi foi autuado em flagrante por posse irregular de arma de fogo.

Após ser submetido a exame de corpo de delito, o homem foi levado para a carceragem da PF de Natal, depois foi transferido de forma provisória para o sistema prisional daquele Estado, onde deve aguardar o julgamento de seus crimes.

Pedreiro é baleado

Um pedreiro de 28 anos, que cumpre pena no regime semiaberto e foi beneficiado pela saída temporária, foi baleado no bairro Solo Sagrado, em Rio Preto, na tarde do último domingo, 19. Quando a polícia chegou, o rapaz já estava sendo atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte. Ele disse que estava caminhando quando foi alvejado por um indivíduo a pé.

A vítima deixou recentemente a cadeia de Mongaguá e não soube contar para os agentes quem seria o autor dos tiros e nem suas características físicas. A Divisão Especializada em Investigações Criminais (Deic) de Rio Preto vai investigar a autoria do crime. Ninguém foi preso.

(Colaborou Guilherme Ramos)

Com ele, polícia apreendeu R$ 613 mil (Divulgação/Polícia Federal)
 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por