SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUINTA-FEIRA, 23 DE SETEMBRO DE 2021
INVESTIGAÇÃO

Pastor é preso em Riolândia suspeito de abusar de criança de 5 anos

Abuso teria acontecido na casa dos pais da menina, em Fronteira (MG); homem vai responder por estupro

Núcleo DigitalPublicado em 15/09/2021 às 13:08Atualizado há 15/09/2021 às 14:41
Policiais de Riolândia e Fronteira em cumprimento de mandado de prisão contra pastor (Reprodução/Polícia Civil Minas Gerais)

Policiais de Riolândia e Fronteira em cumprimento de mandado de prisão contra pastor (Reprodução/Polícia Civil Minas Gerais)

Um pastor de 53 anos foi preso na manhã desta quarta-feira, 15, suspeito de abusar sexualmente de uma menina de apenas 5 anos. O religioso foi detido em Riolândia (SP), mas o abuso teria acontecido na cidade de Fronteira (MG), no início do mês de agosto. Segundo as investigações, ele teria passado a mão em partes íntimas de uma menina na sala da casa dos pais dela, durante um almoço de domingo oferecido pela mãe da vítima, frequentadora da igreja.

O pastor foi encaminhado à delegacia da Polícia Civil de Fronteira para ser interrogado pelo delegado Bruno Salmen. Conforme a Polícia Civil mineira, o suspeito morava em Fronteira desde 2016 e chegou a abrir um templo na cidade. Os policiais receberam a informação de que, agora, ele estava residindo em Riolândia e, depois de uma troca de informações com a delegacia da cidade, foi possível prender o suspeito.

"Ele retorna a Fronteira a passeio, com a justificativa de visitar antigos fiéis. Em decorrência desse ofício religioso e abusando dessa confiança que ele gerou com a comunidade, teve acesso à casa dos pais dessa criança. Era uma irmã de igreja, recebeu ele e a família dele. No momento que ele ficou a sós com a filha, praticou esse ato de estupro de vulnerável a uma menina de 5 anos", disse o delegado Bruno.

Ainda de acordo com o chefe da investigação, a menina esperou o suspeito sair de casa e contou para os pais o que tinha acontecido na sala durante o almoço. As investigações também concluíram que o pastor já esteve envolvido em outros episódios de abusos sexuais, tendo como vítimas crianças de famílias que frequentavam a igreja, tanto no estado de Minas Gerais quanto no estado de São Paulo.

A mãe, quando ficou sabendo do caso, procurou atendimento de saúde e o médico chamou o Conselho Tutelar, que repassou o fato para a delegacia e, desde então, um inquérito está em andamento. "Descobrimos que ele estaria morando em Riolândia e tinha uma igreja evangélica. Pedimos a prisão temporária dele pela Comarca de Frutal", disse o delegado. O mandado de prisão foi expedido nesta quarta-feira e o homem foi preso com apoio da Polícia Civil paulista.

O pastor ficará na cadeia de Frutal e deve responder por estupro de vulnerável.

(Colaborou Guilherme Ramos) 

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por