SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUARTA-FEIRA, 06 DE JULHO DE 2022
NA REGIÃO DE JALES

Homem é agredido a cadeiradas ao tentar esfaquear a ex-mulher em Palmeira D´Oeste

A vítima trabalha em uma panificadora na área central de Palmeira D’ Oeste e estava começando o expediente; o homem não aceitava o término da relação

Núcleo Digital
Publicado em 22/06/2022 às 10:24Atualizado em 22/06/2022 às 11:01
Homem caído recebeu diversas cadeirada dentro de padaria ao tentar matar a ex-mulher (Reprodução / Leitor)

Homem caído recebeu diversas cadeirada dentro de padaria ao tentar matar a ex-mulher (Reprodução / Leitor)

Um homem tentou matar a ex-mulher de 25 anos com uma faca e foi agredido a cadeiradas dentro de uma padaria em Palmeira D’ Oeste. O caso aconteceu na tarde da última segunda-feira, 20. O suspeito foi preso em flagrante pela Polícia Militar.

Segundo informações apuradas pela reportagem, na tarde de segunda, o homem ficou do lado de fora do estabelecimento esperando a vítima, que trabalha na panificadora, começar o expediente por volta das 13h.

Imagens do circuito de segurança gravaram o momento em que a mulher entra correndo por um corredor na padaria e atrás dela o agressor com a faca na mão. Ela tenta se esconder no banheiro para deficientes físicos, mas acaba prensada pelo ex-marido na parede. Nesse momento, ele tenta golpear a vítima com a faca.

Como o caso aconteceu no horário do almoço, clientes estavam no local. Um homem, observando a situação e na tentativa de evitar o crime, arremessou uma das cadeiras na direção do suspeito. Outros clientes e funcionários também arremessaram cadeiras contra o homem e a mulher conseguiu escapar.

Em seguida, o homem perdeu a faca e com sinais de perda de consciência devido às pancadas, vai até à porta de entrada dos clientes, na tentativa de sair do local. No entanto, é detido por populares até a chegada da Polícia Militar.

De acordo com testemunhas, o homem não aceitava o término da relação. "Foi a primeira vez que isso acontece. É muito triste, um choque muito grande. Ela [a vítima] também não estava esperando ele [ex-marido], veio para matar mesmo, mas Deus foi maior e se não tivesse todo mundo aqui tinha acontecido o pior", diz uma das testemunhas que prefere não se identificar.

A vítima possui três filhos com o suspeito, incluindo um bebê de apenas um ano. A Polícia Civil da cidade confirmou a violência contra mulher, porém o delegado que registrou a ocorrência não foi localizado para falar sobre o fato.

(Colaborou: Guilherme Ramos)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por