SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 22 DE MAIO DE 2022
CELEBRAÇÃO

Escola Maria Peregrina de Rio Preto recebe imagem de Nossa Senhora neste sábado

Missa que receberá imagem de Nossa Senhora Maria Peregrina produzida nos estilos barroco e bizantino contará com a presença do bispo de Rio Preto, Dom Antônio Vilar

Núcleo Digital
Publicado em 13/05/2022 às 16:18Atualizado em 13/05/2022 às 16:18
Imagem de Nossa Senhora Maria Peregrina do Fogo Eterno de Pentecostes produzida nos estilos barroco e bizantino (Divulgação)

Imagem de Nossa Senhora Maria Peregrina do Fogo Eterno de Pentecostes produzida nos estilos barroco e bizantino (Divulgação)

A Escola Maria Peregrina, localizada no bairro Cecap, na região Norte de Rio Preto, fará neste sábado, 14, às 17h30, uma celebração especial para receber a imagem de Nossa Senhora Maria Peregrina do Fogo Eterno de Pentecostes. A missa contará com a presença do bispo de Rio Preto, Dom Antônio Vilar.    

Esta é a primeira imagem de Nossa Senhora Maria Peregrina produzida nos estilos barroco e bizantino. Ela foi confeccionada pelo artesão Ronaldo Luiz do Nascimento, artista de São João Del Rey. O escultor conta que trabalhou por mais de três meses, de forma exclusiva na peça.  

“Fiquei muito feliz em esculpir essa imagem e saber sobre a Nossa Senhora Maria Peregrina me engrandeceu ainda mais para esse trabalho. É uma peça única, não tem outra igual, o que a torna ainda mais importante”, afirma. 

Ronaldo conta que, baseado em uma imagem, pegou todos os detalhes e fez um desenho minucioso da santa, tudo para ser o mais fiel possível na hora de esculpir. A peça é feita de forma inteiriça com um cedro, uma madeira de alta qualidade.

“O cedro foi trabalhado de forma manual, depois a peça foi lixada para receber uma mistura de cola com gesso. Foram aplicadas sete demãos na peça para dar durabilidade”, afirma. 

Depois do lixamento, para a pintura, Ronaldo conta que usou dois tipos de tintas. A primeira é a chamada têmpera, feita com gema de ovo e pigmentos minerais e orgânicos, de origem italiana. O escultor também usou tinta óleo na imagem.

Porém, antes da pintura, foi feito o douramento dela, utilizando ouro italiano de 23 quilates. Com isso, o ouro não vai oxidar e a peça não irá escurecer. “Na base da imagem fiz a pintura remetendo a pedras, simbolizando Maria caminhando, peregrinando. Além de significar os caminhos difíceis que ela percorreu”, diz. 

Parecer teológico da imagem

Em um parecer teológico da imagem feita pelo frei professor Clodovis Boff, Maria Peregrina é animada e movida por um vento imenso e impetuoso. A Virgem é guiada pelo poder do Espírito de Deus e é a encarnação do impulso que animou os Apóstolos e promove a Igreja de Cristo. 

“A Virgem Peregrina se apresenta como uma figura dinâmica, sempre caminhando, como quem marcha sobre o mundo em uma conquista missionária. As mãos para o alto trazem o entusiasmo na missão. “

“Maria Peregrina traz sobre o peito um escapulário, gravado os dois símbolos mais poderosos e difundidos entre o povo cristão: a cruz de Cristo e o nome de Maria. Tudo para mostrar que o Filho e a Mãe sempre estão juntos. Pois, não há Maria sem Cristo, como não há Cristo sem Maria.”

SERVIÇO

Missa em Honra de Nossa Senhora Maria Peregrina
Onde: Escola Maria Peregrina, Rua Francisco Rodrigues de Freitas, 184, Cecap, Rio Preto
Quando: 14 de maio, sábado, 17h30

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por