SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUARTA-FEIRA, 27 DE OUTUBRO DE 2021
ROMPER BARREIRAS

Palestrante e professora lançam projeto para promover inclusão de pessoas com deficiência

Maria Fernanda Zavanella e Renata Sbrogio, de Rio Preto, fazem live nesta sexta-feira, 24, para apresentar o projeto "Inclusão Transforma"

Gabriel Vital
Publicado em 23/09/2021 às 15:19Atualizado em 23/09/2021 às 15:27
Maria Fernanda Zavanella e Renata Sbrogio lideram o projeto "Inclusão Transforma" (Reprodução/Instagram)

Maria Fernanda Zavanella e Renata Sbrogio lideram o projeto "Inclusão Transforma" (Reprodução/Instagram)

Inclusão transforma. A afirmação é categórica, sem dar margem para dúvidas. E a rio-pretense Maria Fernanda Zavanella Cruz é prova disso. Ela, que sofreu paralisia cerebral no nascimento, é autora de quatro livros e acaba de lançar, junto da professora Renata Sbrogio, especialista em didática do ensino superior e em tecnologias para educação a distância (EaD), o projeto "Inclusão Transforma", com o objetivo de propor ações inclusivas por meio de cursos, eventos, palestras e consultorias para famílias e empresas que precisem de ajuda para lidar com a inclusão de seus familiares e colaboradores.

"A gente precisa naturalizar a inclusão. Enquanto a gente não naturalizar o deficiente na cidade, na escola, no mercado de trabalho a inclusão sempre vai ser um tabu", diz Fernanda, que também é pedagoga com pós-graduação em educação inclusiva e palestrante. Nesta sexta-feira, 24, às 19h, ela e Renata fazem um bate-papo ao vivo em seus perfis no Instagram (@mariafernandainclusiva e @renatasbrogio_designedu) para apresentar o novo projeto. A primeira iniciativa é o curso "ABC da Inclusão", que tratará dos conceitos e das práticas possíveis para promover a inclusão das pessoas com deficiência.

"Se você enxerga deficiência como barreira, quando tira essa barreira, seja em atitudes ou em preconceitos, a inclusão acontece. Quando você se informa sobre a inclusão, não existe mais barreira. A maior barreira é interna e não externa", explica Fernanda. Ela lembra ainda que a deficiência é apenas uma característica. "Em primeiro lugar, eu sou uma pessoa. O 'P' vem antes do 'D' (na sigla PcD - Pessoa com Deficiência). Mas as pessoas enxergam primeiro a deficiência. É preciso eliminar essas barreiras para fazer a inclusão acontecer na prática", completa.

Curso

Ministrado por Fernanda e pela professora Renata Sbrogio, o curso "ABC da Inclusão" terá duração de 40 horas, distribuídas em quatro semanas. A programação vai do dia 4 de outubro a 5 de novembro e terá atividades e leituras dirigidas todas as segundas e quintas-feiras. Para a primeira turma, as tutoras disponibilizaram 25 vagas. A inscrição custa R$ 110 e pode ser feita pelo link: https://www.inclusaotransforma.com.br/.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por