SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEXTA-FEIRA, 22 DE OUTUBRO DE 2021
VOLTANDO AO NORMAL

Governo do Estado de São Paulo anuncia retorno obrigatório das aulas presenciais

Aulas presenciais voltam a ser obrigatórias nas escolas da rede estadual na próxima segunda-feira, dia 18. Uso de máscaras continua obrigatório, mas distanciamento chega ao fim em novembro

Rone Carvalho e Millena Grigoleti
Publicado em 13/10/2021 às 20:56Atualizado em 14/10/2021 às 08:25
Movimentação de alunos na frente da escola Justino Jerry Faria (Johnny Torres 13/10/2021)

Movimentação de alunos na frente da escola Justino Jerry Faria (Johnny Torres 13/10/2021)

As aulas presenciais voltarão a ser obrigatórias em todas as escolas públicas da rede estadual e particulares da região de Rio Preto a partir da próxima segunda-feira, dia 18. A medida foi anunciada em coletiva de imprensa nessa quarta-feira, dia 13, em São Paulo, pelo governador, João Doria e pelo secretário estadual de Educação, Rossieli Soares. Desde o ano passado, o retorno dos alunos para as atividades presenciais nas escolas do Estado era opcional.

Jovens pertencentes ao grupo de risco da Covid-19 que não tenham completado seu ciclo vacinal, gestantes e puérperas, crianças menores de 12 anos pertencentes ao grupo de risco e estudantes com condição de saúde de maior fragilidade poderão continuar realizando as atividades de casa.

Em Rio Preto, a Secretaria Municipal de Educação disse ao Diário que aguarda a publicação do decreto estadual sobre a obrigatoriedade para divulgar se adotará ou não a exigência para os 38 mil alunos da rede municipal. Isso porque os prefeitos possuem autonomia para decidir sobre a retomada das atividades presenciais nas escolas municipais.

“A educação precisa ser prioridade da sociedade. Fizemos todos os investimentos necessários para o cumprimento dos protocolos e essa volta tem total respaldo do Comitê Científico do Estado”, disse Rossieli Soares.

De acordo com as novas regras, até o fim de outubro, o distanciamento de um metro continuará sendo obrigatório em todas as escolas do Estado. Contudo, a partir de 3 de novembro, o distanciamento deixará de ser exigência e, por consequência, será descontinuado o revezamento entre os alunos nas aulas presenciais.

O retorno obrigatório visa aumentar a incidência de alunos nas escolas estaduais da região de Rio Preto. “Muitos não estão vindo”, contou Giovana Angelina, de 12 anos, da escola estadual Justino Jerry Faria. Já Juliana (nome fictício), de 16 anos, conta que com a obrigatoriedade poderá voltar a ver os amigos. “Cada vez tem menos pessoas na minha sala de aula. Menos da metade voltou. Muitos dizem que o pai não deixou”, falou a estudante.

O uso de álcool em gel nas salas de aula e a máscara continuará sendo exigido para todos os estudantes e funcionários. Diante de casos suspeitos de Covid-19, a Secretaria de Educação disse que o protocolo segue o mesmo, ou seja, isolar os pacientes com suspeita da doença até sair o resultado. A pasta prometeu para semana que vem passar a divulgar o número de casos da doença nas diretorias de ensino do Estado.

Relembre

O retorno das aulas presenciais nas escolas públicas do Estado teve várias intercorrências. Em janeiro de 2021, escolas receberam alunos com maiores dificuldades de reforço. Entretanto, em março, com o aumento de casos de Covid-19 no Estado, as escolas voltaram a ficar fechadas, acolhendo apenas estudantes mais vulneráveis.

Em 14 de abril, já na fase vermelha do Plano SP, a presença de até 35% dos alunos por dia voltou a ser permitida nas escolas estaduais, mas muitos estudantes desistiram do retorno presencial.

Já em Rio Preto, o retorno das aulas presenciais na rede municipal ocorreu no início de agosto, após pressão de pais que pediam a volta das aulas presenciais, que já estava ocorrendo com 100% da capacidade nas escolas particulares desde o início do ano. A volta total na cidade ocorreu em setembro, quando todas as escolas passaram a poder acolher até 100% dos alunos.

Tire suas dúvidas

Quando o retorno presencial às aulas se tornará obrigatório em São Paulo?

O retorno às aulas presenciais será obrigatório a partir de 18 de outubro, nas redes estadual e particular.

O retorno presencial obrigatório abrange as escolas municipais de Rio Preto?

A Secretaria de Educação de Rio Preto informa que aguarda a publicação do decreto estadual para informar se na segunda-feira, dia 18, todos os alunos rio-pretenses terão que retornar às escolas municipais.

O distanciamento social continuará obrigatório nas aulas?

Até o dia 3 de novembro, quando não será mais necessário manter distanciamento social de um metro entre os estudantes. A medida marcará o retorno de 100% dos estudantes, sem a necessidade da manutenção de sistemas de rodízio.

Quais alunos poderão permanecer no ensino remoto?

Os estudantes que não precisarão retornar ao ensino presencial neste momento devem estar em um destes grupos: gestantes e puérperas; alunos com 12 anos ou mais com comorbidades e que não estão com o ciclo vacinal completo; menores de 12 anos de grupos de risco da covid-19; e alunos com prescrição médica que indique a manutenção do ensino remoto.

O aluno deve ir à escola se tiver sintomas de Covid-19?

A recomendação é que estudantes e profissionais da educação com sintomas da Covid-19 não compareçam às atividades presenciais.

O uso de máscara seguirá obrigatório?

Sim, o uso de máscara permanecerá obrigatório nas escolas. A única exceção é para o momento das refeições.

As aulas remotas irão acabar?

Na rede estadual, as atividades a distância serão mantidas para atender aos alunos que ainda não podem retornar ao ensino presencial.

 Fonte: Reportagem, Secretaria Estadual de Educação e Estadão Conteúdo.

Giovana Angelina, de 12 anos, diz que muitos alunos ainda não retornaram às aulas presenciais (Johnny Torres 13/10/2021)
 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por