SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUINTA-FEIRA, 18 DE AGOSTO DE 2022
VEJA VÍDEO

Após ser interceptada pela FAB, aeronave carregada com cocaína faz pouso forçado na região de Jales

Operação entre a Polícia Federal e a Força Aérea Brasileira interceptou e apreendeu a aeronave. Duas pessoas que estavam no avião de pequeno porte conseguiram fugir

Núcleo Digital
Publicado em 04/07/2022 às 08:53Atualizado em 04/07/2022 às 16:29
Aeronave interceptada pela FAB; PF apreendeu 663 quilos de cocaína na região de Jales (Divulgação/Polícia Federal)

Aeronave interceptada pela FAB; PF apreendeu 663 quilos de cocaína na região de Jales (Divulgação/Polícia Federal)

A Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou uma aeronave de pequeno, que precisou fazer pouso forçado na tarde de domingo, 3, entre as cidades de Jales e Pontalinda. A aeronave, que entrou no espaço aéreo brasileiro pela fronteira do Mato Grosso do Sul, estava carregada com 663 quilos de cocaína. A Polícia Federal apreendeu a droga. Duas pessoas que estavam na aeronave conseguiram fugir.

Conforme a PF, a aeronave com avarias foi transportada em um caminhão, com o apoio do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e DER até o aeroporto municipal de Jales onde permanecerá à disposição da Justiça.

Segundo a FAB, duas aeronaves de defesa aérea A-29 Super Tucano foram empregadas para monitorar e interceptar o avião. Os pilotos ordenaram a mudança de rota e o pouso obrigatório em aeródromo específico, mas o piloto do avião não obedeceu. Foram realizados procedimentos de tiros de detenção. Após a execução do tiro de detenção, a aeronave fez pouso forçado.

"De acordo com o Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), os radares identificaram a aeronave entrando no espaço aéreo brasileiro. O avião, sem contato com o controle, descumpriu todas as medidas de policiamento realizadas, mostrando-se hostil", afirma a FAB em nota.

A ação faz parte da Operação Ostium, para coibir ilícitos transfronteiriços, na qual atuam em conjunto a Força Aérea Brasileira e a Polícia Federal.

Policiais militares de São Paulo e Mato Grosso do Sul também deram apoio à ocorrência no local, inclusive com a participação de dois helicópteros das corporações. As investigações serão conduzidas pela Polícia Federal em Jales, que dará continuidade aos trabalhos investigativos.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por