SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUARTA-FEIRA, 18 DE MAIO DE 2022
AJUDA EM BOA HORA

Apae de Rio Preto faturou R$ 100 mil em sorteio da Nota Fiscal Paulista

Para o presidente da Apae de Rio Preto, Valdir Nonato, o montante chegou "na hora certa", uma vez que o início do ano é sempre um dos momentos mais difíceis da instituição

Arthur Pazin
Publicado em 17/01/2022 às 23:27Atualizado em 18/01/2022 às 12:56
Funcionários da Apae durante processo de digitação das notas para receber os créditos da Nota Fiscal Paulista; entidade tem 480 urnas para doações de notas (Guilherme Baffi 17/1/2022)

Funcionários da Apae durante processo de digitação das notas para receber os créditos da Nota Fiscal Paulista; entidade tem 480 urnas para doações de notas (Guilherme Baffi 17/1/2022)

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Rio Preto faturou R$ 100 mil no sorteio exclusivo para as entidades filantrópicas do programa Nota Fiscal Paulista, promovido pela Secretaria de Fazenda e Planejamento do governo do Estado de São Paulo na última semana.

Além do montante, a Apae também foi beneficiada com R$ 32 mil, referentes às doações de notas fiscais à entidade, que acumula, atualmente urnas para depósitos de “notinhas” em 480 empresas da cidade. Para doar, é preciso não colocar o CPF na nota de compra e depositá-la na urna da entidade.

As notas recolhidas pela Apae de Rio Preto nos estabelecimentos parceiros são, em seguida, cadastradas por funcionários, que digitam uma por uma das “notinhas” doadas no programa do governo, sob coordenação da vice-presidente da entidade Magdalena Volpe.

'Na hora certa'

Para o presidente da Apae de Rio Preto, Valdir Nonato, o montante chegou "na hora certa", uma vez que o início do ano é sempre um dos momentos mais difíceis da instituição, que está, segundo ele, com muita despesas.

Segundo Nonato, o valor recebido será destinado para a manutenção do espaço e melhorias para os alunos, como reforma de banheiro e aquisição de equipamentos. De acordo com o presidente, a Apae conseguiu superar as dificuldades trazidas pela pandemia do coronavírus. “A entidade tem um trabalho muito forte. Não estamos desesperados como alguns anos atrás”, disse.

Boa parte disso, segundo ele, se deve às doações de notas fiscais à entidade, que se prepara, inclusive, para aumentar o número de estabelecimentos parceiros que recebem doações das “notinhas”. “É um dinheiro garantido e bem-vindo”, afirmou Nonato.

Atualmente, a Apae de Rio Preto depende de convênios para sobreviver. A entidade possui parcerias firmadas com o governo do Estado, governo Federal e com a Prefeitura de Rio Preto, considerada "carro-chefe" do suporte pela presidência da casa. Além disso, a associação organiza eventos como feijoada e outras ações para arrecadar fundos. Doações de pessoas físicas e jurídicas também são aceitas e mantidas, mensal ou esporadicamente, pela Apae.

Além da doação de notas fiscais à entidade, quem quiser pode ajudar a associação doando diretamente na sede, que fica na rua Dr. Raul Silva, 1863, na Nova Redentora. O telefone de contato é o (17) 2136-1200.

A Apae de Rio Preto possui, ao todo, 480 alunos, entre as aulas e o centro dia, que atua diariamente. A instituição atende moradores de Rio Preto e cidades da região, como Bady Bassitt, Mendonça, Nova Aliança, Cedral, Uchoa e região.

Como é a Nota Fiscal Paulista

A Nota Fiscal Paulista é um programa estadual criado em 2007 para reduzir a carga tributária individual dos cidadãos, que recebem créditos ao efetuar compras de mercadorias em São Paulo.

O sistema distribui até 30% do ICMS efetivamente recolhido pelos estabelecimentos comerciais aos consumidores que solicitam o documento fiscal e informam CPF ou CNPJ, proporcional ao valor da nota.

A devolução é feita em créditos que podem ser acompanhados pela internet e utilizados para pagamento do IPVA ou resgatados em dinheiro. O consumidor também pode solicitar o documento fiscal sem a indicação do CPF/CNPJ e doá-lo a uma entidade de assistência social, saúde, educação, defesa e proteção animal ou cultura cadastradas no programa Nota Fiscal Paulista, se assim desejar.

Nesta 158ª edição do sorteio, além de uma moradora de São Paulo, que ganhou R$ 1 milhão, a Apae e outras quatro instituições foram premiadas com R$ 100 mil cada no sorteio exclusivo para entidades. São elas: Fundação Animalia (em São Sebastião), Associação Nazarena Assistencial Beneficente – ANA (em Campinas), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Cajati e Núcleo Cristão Cidadania e Vida (de São Paulo capital). Outras 50 instituições foram sorteadas com prêmios de R$ 10 mil, somando o valor de R$ 1 milhão. (AP)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por