X
X

Diário da Região

17/12/2016 - 03h00min

Pets

Som na caixa

Pets

Mara Sousa Milk, cão da raça maltês: alegre, brincalhão, ativo e cheio de energia
Milk, cão da raça maltês: alegre, brincalhão, ativo e cheio de energia

Muitos povos através da história acreditavam no efeito medicinal da música. E não é de hoje que a ciência luta para comprovar os benefícios para a saúde humana. O que muita gente talvez não sabe é que a música também pode ser uma grande aliada para seu animal de estimação. As vantagens? Eles vão ficar relaxados, podem se curar de doenças e até mudar o comportamento para melhor. 

A musicoterapia utiliza as vibrações calmantes e seus diversos elementos (melodia, som, ritmo e harmonia) para promover mudanças sutis positivas nos pets - especialmente mentais, sociais e de comportamento. A musicoterapia é considerada um excelente tratamento para animais que sofrem de transtornos psicológicos e hoje é utilizada para acalmar cães e gatos que passam por dificuldades emocionais. Os principais efeitos da musicoterapia nos animais são o relaxamento, o equilíbrio do sistema cardiorrespiratório, do metabolismo e até mesmo o efeito analgésico e anestésico.

Isso ocorre devido aos estímulos sonoros captados pelo cérebro, que, por outro lado, também podem acarretar efeitos negativos em pessoas e animais que são obrigados a conviver com a poluição sonora (sons de buzina, sirenes e alarmes), tornando-os mais estressados e podendo inclusive mudar sua estrutura cerebral. As músicas no estilo clássico são as mais requisitadas para tratamentos em cães estressados. Elas ajudam a melhorar a tensão, incluindo diminuição do medo de trovões, emoção com visitantes, ansiedade de separação, servem de analgésico, sonífero, tranquilizante e até equilibram o metabolismo profundo.

 

Tobby, da raça shih tzu - 17122016 Tobby, da raça shih tzu: tranquilo e companheiro

"Trata-se de uma técnica interessante para relaxar um animal estressado, e até mesmo para auxiliar no tratamento de distúrbios físicos ou psicológicas", afirma o especialista em comportamento animal Cleber Santos, da Comport Pet. Ele concorda que os estímulos sonoros são capazes de produzir efeitos tanto positivos como negativos nos animais, levando a um estado de calma ou de estresse. "Por isso é importante prestar atenção ao tipo de estímulo auditivo ao qual seu pet é exposto no dia a dia, já que produzem efeitos nos bichinhos."

O veterinário Marcelo Pinto Vila Nova é um defensor da musicoterapia e garante que os resultados são sentidos pelos donos dos animais. "Embora não exista uma medida palpável para avaliação, a observação mostra um resultado positivo", conta. A veterinária Juliana Gabarron também é adepta da musicoterapia para os pets. Ela usa a música para acalmar os bichinhos durante a consulta, na hora da tosa, no carro. "Só faço cirurgias com música, inclusive", explica.

Liberação de hormônios

Como a música atua nos pets? Os instrumentos e as notas musicais estimulam o cérebro a liberar a serotonina, hormônio responsável pela sensação de prazer, atingindo diversos órgãos e sistemas dos animais: cérebro, pulmões, aparelho digestivo, sistema circulatório, pele, mucosas, músculos e sistema imunológico.

 

Apple, da raça golden retriever - 17122016 Apple, uma fêmea filhote da raça golden retriever: agitada, brincalhona e com muita energia para gastar

Pesquisadores da Universidade do Canadá comprovaram que cães e gatos que passaram por sessões de música se tornaram muito mais dóceis que os demais. É possível encontrar CDs com músicas próprias para musicoterapia para humanos e animais em lojas especializadas. A sensação de calmaria é imediata e, a longo prazo, os resultados no comportamento se mostram permanentes e satisfatórios. Também é possível baixar essas músicas em aplicativos de celulares. 

Sugestão de CD

  • Music for Pets - Músicas instrumentais suaves para relaxar cães & gatos
  • Artista: Perry Woods 
  • Gravadora: Azul Music
  • Estilo: Relaxamento
  • Ano de produção: 2013

Saiba mais

  • Bem-estar e relaxamento - A ideia principal da música é deixar o animal tranquilo, em um ambiente onde ele se sinta confortável. Os sons de fundo durante as sessões são escolhidos a partir de uma série de estudos que mostram quais notas são mais confortáveis para os cães. Essas pesquisas apontam que a exposição frequente à música harmônica tem sobre os animais efeito relaxante, antiestresse, sonífero e tranquilizante 
  • Benefícios físicos - A música atinge diversos órgãos e sistemas dos animais: cérebro, pulmões, aparelho digestivo, sangue e sistema circulatório, pele e mucosas, músculos e sistema imunológico. Pesquisas científicas comprovam que a musicoterapia promove efeito analgésico, além de manter o equilíbrio do sistema cardiovascular e do metabolismo
  • Benefícios comportamentais - Vários estudos indicam que animais domésticos submetidos a sessões de musicoterapia são mais dóceis e alegres do que os demais. Além disso, a técnica tem efeito regulador sobre o sistema psicossomático dos pets. Doenças emocionais como depressão, hiperatividade, agressividade e carência afetiva podem ter neste tipo de tratamento um adjuvante. O animal que tenha sofrido maus tratos ou passado por situação de abandono e posteriormente sido adotado por uma família, pode ser tratado com musicoterapia para ajudar a resolver alguns traumas que possam ter ficado na vida desse bichinho

Fonte: Cleber Santos, especialista em comportamento animal

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso